Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos como: "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
#42731
No documentário “Take Your Pills”, dá streaming Netflix, mostra-se o constante uso de medicamentos como o Atenoll e a Ritalina pelos jovens universitários, assim como executivos de empresas, para terem bom desempenho profissional onde atuam. Entretanto, o documentário, também deixa nítido os males que este remédios fazem à saúde. Análogo à realidade, no Brasil a questão da automedicação se mostra uma situação bem polêmica, ocorrida em vista da facilidade de informações encontradas no meio digital e dos riscos à saúde.

Em primazia, é válido ressaltar a facilidade de informações que é encontrada na internet sobre medicamentos. Logo, de acordo com o site “ Dicas de Saúde”, a grande variedade de informações médicas disponíveis, sobretudo em sites, blogs e redes sociais, também está entre os fatores que contribuem para o alto uso de fármacos. A partir do pressuposto, entende-se o quanto a amplitude de informações e dados sobre medicamentos farmacêuticos no meio digital serve de porta de entrada para a facilidade da compra e ingestão desses produtos de modo independente, utilizados com o intuito de inibir certas doenças ou, como a série anteriormente citada, favorecer na concentração e no desempenho de tarefas. Sendo assim, compreende-se que a cibercondria corroboram para a problemática.

Ademais, a ato ingestão de medicamentos sem prescrição médica podem causa sérios danos à saúde. De acordo com o site do “Hospital Moinho de Vento”,o uso de medicamentos de forma incorreta pode acarretar, inclusive, no agravamento de uma doença, uma vez que a utilização inadequada pode esconder determinados sintomas. Por meio disso, há a compreensão que sem o conhecimento prévio das característica fisiológicas de cada indivíduo, fica inviável a ingestão de preparados, nos quais devido aos seus efeitos colaterais, podem prejudicar gravemente o bem-estar de um indivíduo, levar sua morte ou causar dependência. Devido a isso, há o entendimento da gravidade do uso desses produtos para a disposição física e mental da pessoa.

Portanto, faz-se necessário soluções para os problemas vigentes. Conforme, cabe ao Ministério da Saúde realizar uma campanha de conscientização,por meio das mídias sociais, na qual aborde sobre a importância da informação de cunho verídico e médico sobre medicamentos, assim como da alerta ao risco a saúde em relação a automedicação. A partir disso, com a finalidade de alertar as pessoas e diminuir os casos de mortes e problemas de saúde nas pessoa mediante as automedicações. Assim, por meio disso se fomenta uma sociedade consciente e saudável.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra bom domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro, com poucos desvios gramaticais e de convenções da escrita, ou seja, apresenta um texto com boa estrutura sintática, com poucos desvios de pontuação, de grafia e de emprego do registro exigido.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente, a partir de um repertório sociocultural produtivo e apresenta excelente domínio do texto dissertativo-argumentativo, ou seja, em seu texto, o tema é desenvolvido de modo consistente e autoral, por meio do acesso a outras áreas do conhecimento, com progressão fluente e articulada ao projeto do texto.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema proposto, de forma consistente e organizada, configurando autoria, ou seja, os argumentos selecionados estão organizados e relacionados de forma consistente com o ponto de vista defendido e com o tema proposto, configurando-se independência de pensamento e autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante articula as partes do texto com poucas inadequações e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante elabora excelente proposta de intervenção, detalhada, relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto. Trata-se de redação cuja proposta de intervenção seja muito bem elaborada, relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, abrangente e bem detalhada.

#42738
@GlendaMorais

Erros
Correção dos erros
Comentários
Os 5 elementos
Repetições
Outras observações

Introdução
No documentário “Take Your Pills”, da streaming Netflix, mostra-se o constante uso de medicamentos como o Atenoll e a Ritalina pelos jovens universitários, assim como executivos de empresas, para terem bom desempenho profissional onde atuam. Entretanto, o documentário, também deixa nítido os males que este estes remédios fazem à saúde. Análogo à realidade, no Brasil a questão da automedicação se mostra uma situação bem polêmica, ocorrida em vista da facilidade de informações encontradas no meio digital e dos riscos à saúde.
:arrow: Boa introdução. Não vi problemas aparentes!

Desenvolvimento 1
Em primazia, é válido ressaltar a facilidade de informações que é encontrada na internet sobre medicamentos. Logo, de acordo com o site “ Dicas de Saúde”, a grande variedade de informações médicas disponíveis, sobretudo em sites, blogs e redes sociais, também está entre os fatores que contribuem para o alto uso de fármacos. A partir do pressuposto, entende-se o quanto a amplitude de informações e dados sobre medicamentos farmacêuticos no meio digital serve de porta de entrada para a facilidade da compra e ingestão desses produtos de modo independente, utilizados com o intuito de inibir certas doenças ou, como a série anteriormente citada, favorecer na concentração e no desempenho de tarefas. Sendo assim, compreende-se que a cibercondria corroboram para a problemática.
:arrow: Bom desenvolvimento. Fez bom uso de conectivos, é bem organizado e argumentativo!

Desenvolvimento 2
Ademais, a ato alta ingestão de medicamentos sem prescrição médica podem causa causar sérios danos à saúde. De acordo com o site do “Hospital Moinho de Vento”,o uso de medicamentos de forma incorreta pode acarretar, inclusive, no agravamento de uma doença, uma vez que a utilização inadequada pode esconder determinados sintomas. Por meio disso, há a compreensão que sem o conhecimento prévio das característica características fisiológicas de cada indivíduo, fica inviável a ingestão de preparados, nos quais devido aos seus efeitos colaterais, podem prejudicar gravemente o bem-estar de um indivíduo, levar sua morte ou causar dependência. Devido a isso, há o entendimento da gravidade do uso desses produtos para a disposição física e mental da pessoa.
:arrow: Digo o mesmo do parágrafo anterior, mas cuidado com desvios, principalmente de concordância!

Conclusão
Portanto, faz-se necessário soluções para os problemas vigentes. Conforme, cabe ao Ministério da Saúde (agente) realizar uma campanha de conscientização (ação),por meio das mídias sociais (meio/modo), na qual aborde sobre a importância da informação de cunho verídico e médico sobre medicamentos, assim como da alerta alertar sobre os ao riscos a saúde em relação a automedicação (detalhamento). A partir disso, com a finalidade de alertar as pessoas e diminuir os casos de mortes e problemas de saúde nas pessoa pessoas mediante as automedicações (efeito/finalidade). Assim, por meio disso se fomenta uma sociedade consciente e saudável.
:arrow: Sua proposta está completa, 200 na C5!

Seu texto está muito bom, só cuidado mesmo com a competência 1, pois há alguns erros de concordância e demais desvios e com a competência 4, pois há algumas repetições. Parabéns e bons estudos!
#42740
@Ashiley Grata demais pela sua correção! MUITO obrigada de verdade pelos apontamentos e pela rapidez da resposta! Em relação aos erros como ( dá , da alerta, ato, característica e causa ) foram erros de digitação. Mas obrigado diante de tudo e vou me atentar as repetições! Valeu! ;)
#42742
GlendaMorais escreveu:@Ashiley Grata demais pela sua correção! MUITO obrigada de verdade pelos apontamentos e pela rapidez da resposta! Em relação aos erros como ( dá , da alerta, ato, característica e causa ) foram erros de digitação. Mas obrigado diante de tudo e vou me atentar as repetições! Valeu! ;)
Fico feliz em ajudar!

De acordo com o filósofo René Descar[…]

Posso sim, Lamounier ! Temo que irá demora[…]

MAUROJUNIOR Erros Correção[…]

A Declaração Universal dos Direitos […]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM