Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos como "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
#54669
No livro "Sobre o autoritarismo brasileiro", a antropóloga Lilia Schwarcz propõe o exercício de recordação da história política e social do Brasil, e afirma que essa é a melhor maneira para compreensão do presente e para o planejamento do futuro. Sob essa perspectiva, é possível relacionar as bases da sociedade desde seu processo de colonização com a atual e crescente violência e homicídio de jovens, que frequentemente possuem o mesmo perfil demográfico.
Nesse sentido, pode-se compreender a partir dos dados apresentados por Schwarcz , como a escravidão fomentou o sistema econômico, moldou condutas e definiu desigualdades, que ainda subjugam e marginalizam pessoas. Ademais, considera-se que os altos níveis de insegurança e violência históricos, principalmente de grupos menos abastados, são atribuídos a múltiplos fatores, com destaque para a desigualdade social e de renda.~
Sob essa óptica, a Declaração Universal dos Direitos Humanos proclamada em 1948, objetiva assegurar diversos aspectos que compõem a dignidade humana. Entretanto, é notório que tais garantias seguem negligenciadas no Brasil, haja vista que ao número de jovens expostos a violência e morte tem demonstrado crescimento. Em consonância a isso, a falta de oportunidades, acesso limitado à educação de qualidade e emprego favorece a tendência dos juvenis transitarem no âmbito da criminalidade e delinquência.
Diante do exposto, é clara a urgência da resolução do revés. O Estado, através do Ministério da Educação deve promover uma agenda específica de ampliação das atividades que promovam maior inserção no mercado de trabalho, como o Jovem Aprendiz; viabilizar a empregabilidade através de parcerias público-privadas, resgatar da evasão escolar e promover amparo socioeconômico, a fim de garantir a permanência. Ainda, deve investir nas inovações tecnológicas que proporcionem a inserção nos ambientes sociais globalizados, fomentando novas experiências e oportunidades. Desta maneira, será possível vislumbrar uma sociedade menos violenta e mais dignidade.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Desigualdade social

A Constituição Federal de 1988, docu[…]

A franquia estadunidense de filmes "Star Wars[…]

Precipitada e inconsistente. Isso é o que d[…]

De acordo com o IBGE(instituto brasileiro de geogr[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM