• Avatar do usuário
#79323
Ao longo dos anos casos de doenças sexualmente transmissíveis, conhecidas como DST's vêm-se propagando com uma maior intensidade na sociedade brasileira, acentuando-se nos jovens de 14 a 24 anos, acarretando diversos problemas sociais como ausência efetiva para o tratamento e o colapso na rede pública de saúde.
Em nossa sociedade o S.U.S, está cada vez mais em decadência, relacionando-se ao uma negligência aos indivíduos de modo que tratam-se com descaso e que também a educação brasileira pode-se correlacionar com proliferação das DST, pois com um ensino escasso em abordagens como: uso de drogas lícitas e ilícitas, prevenção a HIV, Aids, métodos contraceptivos, nasce uma sociedade totalmente despreparada.
Sendo assim as escolas devem reforçar a educação sexual, pois dados pelo IBGE as taxas de maior enfoque são em crianças e adolescentes, a partir dos 14 anos, no qual já começam a ter relações mas não sabem como se protegem de modo eficaz, achando que para contrair algumas dessas doenças seria apenas em atos sexuais mas dado a falta de orientação não sabem que se compartilhar objetos, seringas e beijar pessoas de soro positivo faz com acabe transmitindo o vírus a si.
Deste modo que o apoio familiar é significativo para dar mais alusão e conforto aos filhos, referente ao ensino sexual nas escolas dados esclarecidos pelo MEC é de extrema necessidade a pedagogia sexual e relacionando ao programa Pense em 2015 diz que mais de 33% dos alunos do nono ano não usaram métodos contraceptivos e todos esses fatores mencionados causam um colapso social, como a gravidez indesejada na adolescência.
Dessa maneira é essencial colocar em pratica pautas já discutidas pelo Estado, reforçando o ensino básico no qual o ministério da educação tende efetuar suas responsabilidades, para que se consolide a educação sexual em jovens e diminua os números desenfreados de casos de soro positivo, juntamente com campanhas fornecidas pela OMS.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

analfabetismo no Brasil

Oi, Iurymed , tudo certo? bora lá (lembran[…]

Título: Mais problemas O programa mais m&[…]

Jotaveh walace vanussa Isabelaassis

Como a arte pode ser inclusiva no Brasil? Ao menc[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM