• Avatar do usuário
#71073
Desde a Revolução Industrial, no século XVIII, os trabalhadores lutam por seus direitos trabalhistas. Muito lhes foi concedido até aqui. Entretanto, após 3 séculos ainda se é discutido acerca das atitudes humilhantes e constrangedoras as quais esses são submetidos pelos seus superiores.
Uma pesquisa realizada pelo site Vagas.com, revela que 52% dos profissionais entrevistados, já sofreram algum tipo de assédio moral no ambiente de trabalho. Diante à isso, é perceptível que em pleno século XXI, ainda existem muitos supervisores que abusam do poder que lhe foi concedido dentro de uma firma, para rebaixar moralmente aqueles que estão sob sua supervisão. Dentre os inúmeros motivos que incentivam a prática de tal ato, está a necessidade do agressor de sentir-se superior àquele que se encontra, em uma empresa, hierarquicamente abaixo dele, pois de alguma forma isso lhe fornece uma sensação de prazer.
Em contrapartida, os subordinados que sofrem esses abusos piscológicos, preferem não denunciar ou sair dessa situação promíscua, porque muitas vezes possuem o medo de perder seus empregos. A psiquiatra francesa Marie-France Hirigoyen disse em uma de suas palestras, a seguinte frase: "As pessoas estão fragilizadas porque tentam se adaptar ao mundo como podem" e infelizmente isso se aplica a muitos assalariados que mesmo com a mente fragilizada, por conta de seus patrões abusadores, ainda tentam se adaptar à essa situação para não perderem sua fonte de renda.
Por fim, é de extrema importância que a justiça aplique punições severas aos dirigentes empresariais os quais exploram mentalmente seus serventes, tendo como finalidade acabar com tal violência moral nesses locais, para que como consequência, o ambiente profissional seja menos hóstil e mais acolhedor, tendo se assim profissionais mais motivados e saudáveis piscologicamente.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

O Brasil tem enfrentado, com frequência, pro[…]

Livex pode corrigir por favor

Sei que a maioria não é especialista[…]

O opressor veste o assédio

No filme "O diabo veste Prada", a jovem […]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM