• Avatar do usuário
#76962
Título: As questões da gordofobia na sociedade brasileira

Ao analisar as obras renascentistas de Leonardo da Vinci é possível identificar que desde a antiguidade, já era predominante a idealização “perfeita” do corpo humano, o que por ventura não se difere da atual realidade vivida pela sociedade brasileira, em que além de toda a pressão estética conduzida pelas mídias e o culto à aparência exibidos em que qualquer meio de comunicação, levantaram-se questões a respeito da gordofobia e a exclusão social gerada pelo fato de eles não serem partes do padrão da magreza social.
Segundo Pierre Bourdieu, sociólogo francês “a linguagem corporal é marcada pela distinção social, que coloca o consumo alimentar, cultural e a forma de apresentação — como o vestuário, higiene, cuidados com a beleza etc. — como os mais importantes modos de se distinguir dos demais indivíduos”, dessa forma quando uma pessoa não se encaixa nos parâmetros da idealização do padrão estético, ela é linchada, humilhada, excluída, sofre com os ataques gordofóbicos e entre outras demais situações avassaladoras. No Brasil esse preconceito com as pessoas gordas não apenas passa batido, como até é encorajado por órgãos de saúde pública e campanhas publicitárias, especialmente durante o verão, quando os corpos estão mais à mostra.
Além disso, a gordofobia está em todas as esferas sociais, desde a uma pessoa que diz “tinha que ser a/o gorda/o” em tom de ofensa até aos meios de transportes e estabelecimentos que não são projetados para pessoas gordas, o que as levam a várias situações de constrangimento simplesmente por não poderem agir confortavelmente e naturalmente em situações corriqueiras. Eventualmente essa exclusão social compromete com o desenvolvimento profissional, comprometendo o futuro salarial desses indivíduos e até mesmo incapacitando o acesso à educação e a profissionalização, já que a sociedade está acomodada com essas situações e os corpos sociais “perfeccionistas” ocultam os integrantes fora do padrão.
Em vista dos argumentos apresentados, são necessárias ações para remediar o impasse. Não apenas de o Mistério da Saúde (MS) desconstruir esse preconceito através de centros identitários e saúde, como de conscientizar a sociedade através de palestras e debates sociais com profissionais capacitados, a respeito do impacto negativo que a gordofobia tem na saúde mental das vítimas. Sob o mesmo ponto de vista é importante que houvesse uma implantação de uma lei expressa que visa a gordofobia como um crime, não apenas como injúria.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Anabia15 , PFVRR CORRIGE MINHA REDAÇ&Atild[…]

Olá, thayolivb . Aqui está a corre&[…]

https://projetoredacaonota1000.com.br/combate-ao-a[…]

GabrielFelix obg💕

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM