• Avatar do usuário
#69757
De acordo com o artigo 225 da Constituição brasileira de 1988, todos tem o direito às um ambiente ecologicamente equilibrado e o dever de defendê-lo e preservá-lo para as presentes e futuras gerações. Com isso, fica claro que a negligência do Estado e a ignorância dos cidadãos são os motivos para a ocorrência dessa problemática. Nesse sentido, torna-se evidente que esse quadro tem origem inegável de não comprimentos da lei diante da passividade de ação por parte do Estado.
Primeiramente, vale destacar que a negligência do Estado com a Constituição e o meio ambiente, é devido a sua carência resolutiva para combater esse problema e exercer a lei. Isso acontece porque há uma preocupação maior com a produtividade e o lucro que é obtido com as queimadas e o desmatamento. Dessa forma, a natureza sofre com as consequências dessas atitudes e, posteriormente a raça humana também sofrerá. Essa reflexão pode ser simbolizada pela afirmação de Mahatma Gandhi, líder pacifista indiano, para quem "A natureza pode suprir todas as necessidades do homem, menos a ganância", uma vez que o Estado prioriza os seus desejos, em vez, do bem estar do meio ambiente.
Faz-se necessário ressaltar também, que a ignorância dos cidadãos por não cobrarem o Estado a cumprir o artigo 225 da Carta Magna, está contribuindo com o agravamento dessa temática. Visto que por não saberem da existência dessa lei não fazem nada para erradicar esse problema. Onde a afirmação do filósofo inglês Francis Bacon, que "O conhecimento é, em si mesmo, um poder", encaixa perfeitamente nessa alusão visto que seu oposto pode ser muito prejudicial , pois o conhecimento poderia evitar diversos problemas assim como esse.
Portanto, considerando os aspectos mencionados, fica evidente a necessidade de ações para reverter essa situação. Assim, cabe ao poder judiciário fiscalizar o cumprimento das leis e ao Governo Federal a criar medidas para a concientização das pessoas, com campanhas pelas redes sociais e televisão e, pela realização de palestras para informá-los sobre a importância da preservação da natureza e de um cidadão consciente. Só então, poderemos dar uma reação de igual intensidade, a força propagada pela temática.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Muito se tem discutido, recentemente, acerca das d[…]

nycolas2005 , muito obrigada, fico feliz pela cor[…]

Segundo o Serviço Brasileiro de Apoio &aacu[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM