• Avatar do usuário
#81184
J. K. Rowling, autora da saga "Harry Potter", entrou recentemente na lista de famosos cancelados pela internet após declarações transfóbicas em suas redes sociais. Embora a crítica seja válida, a cultura do cancelamento atual impede a evolução dos cancelados e serve de meio de propagação dos discursos de ódio nas redes.
Em princípio, destaca-se a natureza humana em conflito com o cancelamento. O filósofo existencialista Jean-Paul Sartre afirmava que "o inferno são os outros", em referência ao constante espelhamento que fazemos de nós mesmos nos outros, revelando nossas fraquezas e falhas. Contudo, a cultura do cancelamento ignora essa natureza errante, demonizando as pessoas que cometeram algum erro e negando-as a possibilidade de redenção, ainda que por vezes estas devam ser devidamente responsabilizadas a depender da gravidade do erro em questão.
Ademais, esse cenário se mostra propício à disseminação do ódio virtual, prejudicando o debate de ideias e a superação da problemática. Valendo-se do suposto anonimato que as redes sociais oferecem, cada vez mais pessoas as utilizam para destilar seus discursos de ódio por divergências político-ideológicas e preconceitos. Tal atitude gera efeitos danosos à saúde física e mental do alvo das injúrias, tais como ansiedade, depressão e até mesmo suicídio. Este último foi o trágico destino do filho de 16 anos da cantora Walkyria Santos, após este ter recebido ataques homofóbicos em decorrência da publicação de um vídeo no TikTok.
É preciso, portanto, que as redes sociais incentivem seus usuários a reportar comentários nocivos ao bem-estar destes. Caso a denúncia seja válida, a plataforma atuaria na notificação e posterior banimento do cancelador, além de favorecer o alcance do usuário que denunciou através de recomendações a outras pessoas, por exemplo. Assim, espera-se a melhoria do ambiente virtual para que a divergência de opiniões não se desvincule do respeito aos direitos individuais.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Desde o surgimento das grandes civilizaç&ot[…]

O quadro “O Grito”, elaborado por Edva[…]

Eryka , Arnaildo ProfaJoelma Profajojo Pro[…]

Não é de hoje que o capitalismo inte[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM