• Avatar do usuário
#65539
Durante o ano de 2021, vimos um acelerado avanço no que se diz respeito ao linchamento virtual, mostrado principalmente no Big Brother Brasil 21, em que uma das participantes, a cantora Karol Conká, se torna responsável pelo maior movimento de tortura psicológica no interior da casa, da mesma forma em que ela e seus familiares sofrem ataques na Internet por pessoas que acreditam que ela merece ser banida do programa, por estimular uma exclusão social contra outros integrantes do "reality show". Essas mesmas pessoas que atacam diariamente umas às outras têm como principal objetivo conscientizar influenciadores, que podem dificultar este mesmo processo, atribuindo um efeito contrário ao que a maioria da população deseja, no entanto, acabam cruzando a barreira do afeto humano, produzindo discursos de ódio por meio das redes sociais.

Diante desse cenário, podemos perceber que o cancelamento ocorre quando alguém ou um grupo decide parar de apoiar uma pessoa ou lugar baseado em atitudes que a maioria dessas pessoas não acham adequadas. Segundo Jean-Jacques Rousseau, “O homem nasce bom, a sociedade que o corrompe.”, devido a esta afirmação, com o passar do tempo, as pessoas que fazem parte da sociedade começam a criticar o modo em que o homem vive, querendo fazer dele alguém que agrade a toda a população. Sendo assim, a convivência com desconhecidos nas redes sociais reflete no impacto deste cancelamento, podendo gerar uma grande revolta em torno de apenas uma pessoa, que geralmente, não tem a capacidade de se defender perante a todos os comentários alheios.

Além disso, o linchamento virtual é um evento coletivo, em que, na maioria das ocorrências, não são solucionados os problemas recorrentes, como o racismo, o machismo, a homofobia, a xenofobia, entre outros. Nessa nova era digital, estamos presos a um mundo da procura pelo indivíduo ideal, onde ninguém tem o direito de cometer falhas, trazendo para essas pessoas afetadas outros inconvenientes, podendo acabar com a própria saúde mental e gerar prejuízos, tanto sociais quanto financeiros. Por isso, é tão importante procurar ajuda de profissionais capacitados para não conduzir um indivíduo a uma doença psicológica após todo o ocorrido, visto que, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), 23, 9,3% dos brasileiros apresentam algum transtorno de ansiedade e a depressão afeta 5,8% da população.

Portanto, essas problemáticas acerca do fenômeno da cultura do cancelamento podem ser resolvidas através de parâmetros legais. Cabe ao Estado brasileiro intervir sobre o comportamento de ataques ofensivos em quaisquer situações de preconceito, seja em um ambiente virtual, seja em um ambiente real, para obter a diminuição de internautas que consideram ter uma autoridade máxima de julgarem o próximo. É preciso organizar campanhas a respeito da importância da empatia sobre os demais cidadãos, para jamais exporem alguém ao ridículo, já que muitos acreditam que a Internet é uma "terra sem lei", o que não é um fato. Divulgar também, sites de denúncias voltados para o cancelamento, como o "Safernet", com o intuito de dialogar civilizadamente de uma forma menos expositiva, incentivando a população ao não apontamento de certos deslizes causados por uma discordância de ideologias.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra bom domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro, com poucos desvios gramaticais e de convenções da escrita, ou seja, apresenta um texto com boa estrutura sintática, com poucos desvios de pontuação, de grafia e de emprego do registro exigido.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 175

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente, a partir de um repertório sociocultural produtivo e apresenta excelente domínio do texto dissertativo-argumentativo, ou seja, em seu texto, o tema é desenvolvido de modo consistente e autoral, por meio do acesso a outras áreas do conhecimento, com progressão fluente e articulada ao projeto do texto.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 155

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema, de forma organizada, com indícios de autoria, ou seja, os argumentos, embora ainda possam ser previsíveis, estão organizados e relacionados de forma consistente ao ponto de vista defendido e ao tema proposto, e há indícios de autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 175

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante articula bem as ideias, os argumentos, as partes do texto e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos, sem inadequações.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 170

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante elabora excelente proposta de intervenção, detalhada, relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto. Trata-se de redação cuja proposta de intervenção seja muito bem elaborada, relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, abrangente e bem detalhada.

#66282
@mariaalicec

Correção/sugestão
Repetição
Erro/desvio
Melhorável/confuso
Elemento da proposta

Durante o ano de 2021, percebe-se vimos (1) um acelerado avanço no que se diz respeito ao linchamento virtual, mostrado, principalmente, (2) no Big Brother Brasil 21, em que uma das participantes, a cantora Karol Conká, tornou-se se torna (3) responsável pelo maior movimento de tortura psicológica no interior da casa, da mesma forma que em que ela e seus familiares sofrem ataques na internet Internet por pessoas que acreditaram acreditam que ela merecia merece ser banida do programa, por estimular uma exclusão social contra outros integrantes do "reality show". Essas mesmas pessoas, que atacam diariamente umas às outras, (4) têm como principal objetivo conscientizar influenciadores, que podem dificultar esse este mesmo processo, atribuindo um efeito contrário ao que a maioria da população deseja, no entanto, acabam cruzando a barreira do afeto humano (5), produzindo discursos de ódio por meio das redes sociais. (6)

(1) Não utilize a primeira pessoa do discurso na redação.
(2) Atenção ao uso da vírgula.
(3) Cuidado com as regras de ênclise e, também, com o tempo verbal.
(4) Atenção, novamente, à utilização da vírgula.
(5) Não entendi esse trecho. Atente-se à organização de ideias.
(6) Tese confusa.

Diante desse cenário, pode-se podemos (1) perceber que o cancelamento ocorre quando alguém, ou algum um grupo, decide parar de apoiar uma pessoa ou lugar baseado em atitudes (2) que a maioria dessas pessoas não acham adequadas. (3) Segundo Jean-Jacques Rousseau, “O homem nasce bom, a sociedade que o corrompe.”. Devido a isso, devido a esta afirmação (4), com o passar do tempo, as pessoas, que fazem parte da sociedade, (5) começam a criticar o modo no qual em que o homem vive, querendo fazer dele alguém que agrade a toda população a (6) população. Sendo assim, a convivência com desconhecidos nas redes sociais reflete no impacto desse deste cancelamento, podendo gerar uma grande revolta em torno de apenas uma pessoa, que, geralmente, não tem a capacidade de se defender perante a todos os comentários alheios.

(1) Novamente: não utilize a primeira pessoa do discurso.
(2) Como assim parar de apoiar um lugar? Não entendi.
(3) Adicione um conectivo para introduzir o repertório.
(4) Atente-se à necessidade de uma boa coesão.
(5) Eu retiraria essa expressão, até porque, todas as pessoas fazem parte da sociedade. Porém, caso mantenha, é necessário que ela esteja entre vírgulas.
(6) Substituir por "a toda população".

Além disso, o linchamento virtual é um evento coletivo, em que, muitas vezes na maioria das ocorrências (1), não são solucionados os seus problemas recorrentes, como o racismo, o machismo, a homofobia, a xenofobia, entre outros. (2) Nessa nova era digital, o ser humano está estamos (3) preso presos a um mundo da procura pelo indivíduo ideal, onde ninguém tem o direito de cometer falhas, o que traz trazendo para essas pessoas afetadas outros inconvenientes (4), que podem podendo (5) acabar com a própria (6) saúde mental e gerar prejuízos, (7) tanto sociais quanto financeiros. Por isso, é tão importante procurar ajuda de profissionais capacitados para não conduzir um indivíduo a uma doença psicológica após todo o ocorrido, visto que, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), 23, 9,3% (8) dos brasileiros apresentam algum transtorno de ansiedade e a depressão afeta 5,8% da população. (9)

(1) Substitua por "muitas vezes".
(2) Melhorar coesão.
(3) Mais uma atenção referente à primeira pessoa do discurso.
(4) Entendi o sentido, mas recomendo uma alteração vocabular.
(5) Evite utilizar gerúndios muito próximos sem necessidade.
(6) Retirar o termo "própria".
(7) Retirar essa vírgula.
(8) 29,9,3%? Não entendi.
(9) Evite apresentar um repertório no final do seu desenvolvimento. Esse, por exemplo, poderia ter sido muito bem aproveitado, o que não ocorreu. A sua argumentação possui muitos pontos positivos, mas ainda há o que melhorar. Sugiro que estude a estrutura argumentativa da dissertação ENEM, assim organizará melhor as suas ideias.

Portanto, essas problemáticas acerca do fenômeno da cultura do cancelamento podem ser resolvidas através de parâmetros legais. (1) Cabe ao Estado brasileiro (1) intervir sobre o comportamento de ataques ofensivos em quaisquer situações de preconceito (3), seja em um ambiente virtual, seja em um ambiente real (4), para obter a diminuição de internautas (5) que se consideram autoridades máximas consideram ter uma autoridade máxima para julgarem o próximo. (6) É preciso organizar campanhas a respeito da importância da empatia sobre os demais cidadãos (7), para jamais exporem alguém ao ridículo, já que muitos acreditam que a internet Internet é uma "terra sem lei", o que não é um fato (8). (9) Divulgar, também, sites de denúncias voltados ao para o cancelamento, como o "Safernet", com o intuito de dialogar civilizadamente, de uma forma menos expositiva, incentivando a população a não apontar ao não apontamento de certos deslizes causados por uma discordância de ideologias. (10)

(1) Adicione um operador argumentativo aqui.
(2) Agente. Porém, não é recomendado que você use um agente tão genérico assim. Inclusive, alguns corretores já não consideram esse tipo de sujeito como um elemento da proposta. Cuidado!
(3) Ação
(4) Detalhamento. Porém, meio genérico.
(5) Efeito
(6) Adicione um conectivo aqui. Lembre-se: a coesão e a fluidez do seu texto são avaliadas por uma das competências, no caso, a C4.
(7) Ação 2
(8) Finalidade + detalhamento da ação 2
(9) Atenção à conectividade entre períodos!
(10) Senti falta de um meio (ou modo) claro, bem como de uma boa retomada final de repertório.
Doença mental

Deivid16 , Gi69

“A essência dos direitos humanos &eac[…]

vitoriaca , tá bom anjo❤

Iurymed , ei!! Claro! Posso sim. Em breve, ok[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM