• Avatar do usuário
#78555
Consoante com o desenvolvimento dos grandes eventos denominados Jogos Olímpicos, a antiga pólis de Atenas priorizava a valorização das competições esportivas como parte constituinte da sua cultura. Diante do exposto, torna-se primordial o entendimento da questão das dificuldades na promoção esportiva para a sua valorização no âmbito nacional. Desse modo, faz-se essencial assimilar que a carência de verba e de acesso comprometem o atual cenário.
É válido pontuar, a princípio, a imprudência Estatal como um obstáculo à promoção dos esportes. Em vista disso, alude-se ao Censo Escolar exposto no ano de 2015 que indica que, em média, cerca de 65, 5% das escolas públicas estaduais do Brasil não possuem a infraestrutura básica para a prática viável das atividades físicas. Dessa maneira, há o cumprimento com essa exposição, visto que os alunos, compostos por crianças e adolescentes, encontram dificuldades com o abandono governamental, impondo uma cultura baseada na desmotivação social e, também, na desvalorização do esporte.
Outrossim, faz-se mister notabilizar de que modo a desigualdade de acesso entre as camadas sociais ratifica a problemática. Conforme o Artigo 271 da Constituição Federal Brasileira, a prática esportiva é um meio atrelado à educação e ao lazer, sendo um direito coletivo e igualitário. Entretanto, isso não ocorre, pois, os cidadãos são afetados drasticamente pela relação direta entre o capital e as atividades físicas, por exemplo, as academias e os clubes privativos, ocorrendo uma exclusão das camadas mais pobres no acesso ao desenvolvimento corporal, contrariando a lei vigente e estimulando o sedentarismo.
Portanto, é de notório conhecimento que o esporte sofre inconsequências em partes notórias da sociedade brasileira e seu incentivo deve ser admitido, consequentemente é mister que o Estado brasileiro, em parceria com as escolas de nível básico, invista em campanhas e atividades voltadas ao estímulo esportivo, através da liberação de verbas para a reparação e manutenção da infraestrutura das quadras, de modo a tornar as atividades esportivas bem vistas e aceitas socialmente.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

analfabetismo no Brasil

Oi, Iurymed , tudo certo? bora lá (lembran[…]

Título: Mais problemas O programa mais m&[…]

Jotaveh walace vanussa Isabelaassis

Como a arte pode ser inclusiva no Brasil? Ao menc[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM