• Avatar do usuário
#76588
Ao longo da a história é possível se vê o preconceito causado a comunidade LGBTQIA+ em diferentes situações passadas pela humanidade. Apesar de ser atualmente um assunto com alta relevância nas discussões sociais, o estigma causado pelo passado assombra até hoje os integrantes dessa comunidade em todo o mundo. Pois os problemas como a hostilidade e o prejulgamento que irão sofrer em locais como no trabalho são infelizmente um dos motivos que trazem dificuldades para que ocorra a ascensão de homossexuais nesse mercado.
Durante a segunda guerra mundial, os homossexuais foram um dos grupos perseguidos pelo Partido nazista, livros acadêmicos sobre homossexualidade e sobre a sexualidade humana no geral foram queimados e até mesmo, os que eram pró ao partido e trabalhavam para ele foram mortos e perseguidos. Um bom exemplo é Ernst Röhm, líder da primeira milícia do Partido Nazi e um dos homens que ajudou Adolf Hitler a ascender ao poder. Ele era homossexual assumido e foi assassinado sobre a autorização de Hitler, pois ser gay era uma grande violação da política na época. Eventualmente, a herança cultural extremamente homofóbica passou no decorrer dos séculos, chegando até os dias atuais com os mesmos problemas entrelaçados ao assunto.
Segundamente, de acordo com uma matéria do G1 ”onze por cento das empresas não contratariam homossexuais para cargos executivos”, mesmo sendo proibido pela legislação brasileira, que as empresas determinem se a vaga é para homem ou mulher. Ao passo que o achismo que alguém hétero é mais qualificado do que um homossexual, seja apenas um grande mito causada para tentar justificar a homofobia. Ter que esconder quem você realmente é para conseguir ter uma vida confortável, é muitas das vezes a realidade de vários brasileiros. Como já dito antes o assunto está eventualmente sendo discutido dentro do social das pessoas, mas ainda assim não recebe o devido apoio da mídia e do governo como nas políticas públicas.
Em virtude dos fatos mencionados, é de suma importância que o tema venha sendo tratado pela mídia cada vez mais. Reportagens em jornais sobre essa dura realidade e a colaboração de pessoas influentes para tratar do assunto, e assim tentar “abrir” a mente das pessoas que transmitem o preconceito é essencial. Como também, a criação de programas pelo Estado que garanta que os direitos da comunidade LGBTQIA+ estão sendo empregados de acordo com a Constituição Federal e a implantação rigorosa de fiscalização nas empresas.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

A humanidade no decorrer da história tem lu[…]

Athesui maiconpgtu anaclaradll jheromagn[…]

O artigo 6º da constituição fed[…]

O romance "Lolita " de 1955,escrito pelo[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM