• Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
#81191
No filme “Lorax”, veiculado pela plataforma Netflix é retratada uma sociedade que esgotou os recursos naturais de sua época e tem um comportamento de aceitação diante do quadro. Analogamente, fora dessa realidade distópica, existe uma semelhança com o Brasil, que vive uma das maiores estiagens da história e o corpo social reage da mesma forma que na ficção. Nesse contexto, o que tange a questão das consequências da crise hídrica no cenário socioeconômico brasileiro, percebe-se a configuração de um grave problema em virtude da negligência governamental e do desperdício.
Sob esse viés, é crucial pontuar que o descaso do governo prorroga a resolução da problemática. Dessa forma, o Datafolha divulgou que o Brasil enfrenta a pior crise hídrica em 91 anos e corre o risco de apagão devido a diminuição na capacidade de produção de usinas hidrelétricas. Perante o exposto, é notório que o mal uso dessas usinas colabora com a continuação da crise, de modo que o poder público atual, atua com a má gestão dos reservatórios, pois fornece poucos investimentos e, consequentemente, há um aumento nas tarifas de energia elétrica, nos alimentos e combustível. Como consequência, a população é afetada, principalmente, os baixa renda, visto que não tem condições de pagar os altos valores cobrados. Logo, faz-se oportuno reverter esse quadro.
Ademais, destaca-se que o desperdício é uma das razões pelos quais o problema persiste. De acordo com o sociólogo polonês Zygmund Bauman, não são as coisas que mudam o mundo, e sim nossa reação a elas. Diante disso, nota-se que a sociedade reage de forma indiferente ao problema, uma vez que o país sofre com a escassez de água e mesmo assim continuam a desperdiçar, sem se importar com os resultados negativos que isso traz. Partindo desse pressuposto, cerca de 39,2% de água potável captada é perdida pelo uso inconsciente do corpo social, fazendo com que não chegue as casas de todos os brasileiros, o qual leva esses cidadãos a utilizar uma água imprópria pra o consumo e, muitas vezes, acarreta em doenças. Dessa maneira, é inadmissível que esse cenário continue a perdurar.
Infere-se, portanto, a necessidade de providências imediatas para conter as consequências da crise hídrica no cenário socioeconômico do Brasil. Destarte, o Governo Federal, órgão responsável por administrar o povo e os interesses públicos, com o apoio do Ministério do Meio ambiente, por meio de verbas governamentais destinadas às pastas, deve construir reservatórios para conservação de água doce e criar programas de incentivo ao consumo consciente. Essa ação será realizada para assegurar que toda a população receba água própria pra o consumo, como também umentar a economia brasileira. Dessa forma, a história relatada em Lorax permanecerá na ficção.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra bom domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro, com poucos desvios gramaticais e de convenções da escrita, ou seja, apresenta um texto com boa estrutura sintática, com poucos desvios de pontuação, de grafia e de emprego do registro exigido.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente, a partir de um repertório sociocultural produtivo e apresenta excelente domínio do texto dissertativo-argumentativo, ou seja, em seu texto, o tema é desenvolvido de modo consistente e autoral, por meio do acesso a outras áreas do conhecimento, com progressão fluente e articulada ao projeto do texto.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 180

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema proposto, de forma consistente e organizada, configurando autoria, ou seja, os argumentos selecionados estão organizados e relacionados de forma consistente com o ponto de vista defendido e com o tema proposto, configurando-se independência de pensamento e autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante articula bem as ideias, os argumentos, as partes do texto e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos, sem inadequações.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante elabora excelente proposta de intervenção, detalhada, relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto. Trata-se de redação cuja proposta de intervenção seja muito bem elaborada, relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, abrangente e bem detalhada.

#81236
Introdução: ok

D2
Sob esse viés, é crucial pontuar que o descaso do governo prorroga a resolução da problemática. Dessa forma, o Datafolha divulgou que o Brasil enfrenta a pior crise hídrica em 91 anos e corre o risco de apagão devido a diminuição na capacidade de produção de usinas hidrelétricas. Perante o exposto, é notório que o mal uso mal uso dessas usinas colabora com a continuação da crise, de modo que o poder público atual, atua com a má gestão dos reservatórios, pois fornece poucos investimentos e, consequentemente, há um aumento nas tarifas de energia elétrica, nos alimentos e combustível. Como consequência, a população é afetada, principalmente,os de baixa renda, os baixa renda, visto que não tem condições de pagar os altos valores cobrados. Logo, faz-se oportuno reverter esse quadro.

Gostei da sua argumentação

D3
Ademais, destaca-se que o desperdício é uma das razões pelas pelos quais o problema persiste. De acordo com o sociólogo polonês Zygmund Bauman, não são as coisas que mudam o mundo, e sim nossa reação a elas. Diante disso, nota-se que a sociedade reage de forma indiferente ao problema, uma vez que o país sofre com a escassez de água e mesmo assim continuam a desperdiçar, sem se importar com os resultados negativos que isso traz. Partindo desse pressuposto, cerca de 39,2% de água potável captada é perdida pelo uso inconsciente do corpo social, fazendo com que não chegue às casas as casas de todos os brasileiros, o qual leva esses cidadãos a utilizar uma água imprópria para o pra o consumo e, muitas vezes, acarreta em doenças. Dessa maneira, é inadmissível que esse cenário continue a perdurar.

Gostei da argumentação

D4
Infere-se, portanto, a necessidade de providências imediatas para conter as consequências da crise hídrica no cenário socioeconômico do Brasil. Destarte, o Governo Federal, órgão responsável por administrar o povo e os interesses públicos, com o apoio do Ministério do Meio ambiente ambiente, por meio de verbas governamentais destinadas às pastas, deve construir reservatórios para conservação de água doce e criar programas de incentivo ao consumo consciente. Essa ação será realizada para assegurar que toda a população receba água própria pra o consumo, como também aumentar umentar a economia brasileira. Dessa forma, a história relatada em Lorax permanecerá na ficção.

Lembrando que não sou corretora, ou seja a correção pode ter alguns erros que não verifiquei.
#81246
EuDavila escreveu:Introdução: ok

D2
Sob esse viés, é crucial pontuar que o descaso do governo prorroga a resolução da problemática. Dessa forma, o Datafolha divulgou que o Brasil enfrenta a pior crise hídrica em 91 anos e corre o risco de apagão devido a diminuição na capacidade de produção de usinas hidrelétricas. Perante o exposto, é notório que o mal uso mal uso dessas usinas colabora com a continuação da crise, de modo que o poder público atual, atua com a má gestão dos reservatórios, pois fornece poucos investimentos e, consequentemente, há um aumento nas tarifas de energia elétrica, nos alimentos e combustível. Como consequência, a população é afetada, principalmente,os de baixa renda, os baixa renda, visto que não tem condições de pagar os altos valores cobrados. Logo, faz-se oportuno reverter esse quadro.

Gostei da sua argumentação

D3
Ademais, destaca-se que o desperdício é uma das razões pelas pelos quais o problema persiste. De acordo com o sociólogo polonês Zygmund Bauman, não são as coisas que mudam o mundo, e sim nossa reação a elas. Diante disso, nota-se que a sociedade reage de forma indiferente ao problema, uma vez que o país sofre com a escassez de água e mesmo assim continuam a desperdiçar, sem se importar com os resultados negativos que isso traz. Partindo desse pressuposto, cerca de 39,2% de água potável captada é perdida pelo uso inconsciente do corpo social, fazendo com que não chegue às casas as casas de todos os brasileiros, o qual leva esses cidadãos a utilizar uma água imprópria para o pra o consumo e, muitas vezes, acarreta em doenças. Dessa maneira, é inadmissível que esse cenário continue a perdurar.

Gostei da argumentação

D4
Infere-se, portanto, a necessidade de providências imediatas para conter as consequências da crise hídrica no cenário socioeconômico do Brasil. Destarte, o Governo Federal, órgão responsável por administrar o povo e os interesses públicos, com o apoio do Ministério do Meio ambiente ambiente, por meio de verbas governamentais destinadas às pastas, deve construir reservatórios para conservação de água doce e criar programas de incentivo ao consumo consciente. Essa ação será realizada para assegurar que toda a população receba água própria pra o consumo, como também aumentar umentar a economia brasileira. Dessa forma, a história relatada em Lorax permanecerá na ficção.

Lembrando que não sou corretora, ou seja a correção pode ter alguns erros que não verifiquei.
obrigada, vou prestar mais atenção. Se também precisar de ajuda é só me marcar.
Redação ENEM 2021

chicao KarllaViit EuDavila Eumesmaoxi Ped[…]

Olá, alguém poderia corrigir? 😊 @An[…]

Na novela Avenida Brasil, é visto um exempl[…]

Você poderia dar uma nota para minha reda&cc[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM