Avatar do usuário
Por janax
Quantidade de postagens
#123707
   A Constituição Federal de 1988, norma jurídica de maior prestígio no Brasil, prevê um rol de garantias fundamentais, dentre elas, o direito à moradia, como inerente a todo cidadão brasileiro. Todavia, no que tange a Arquitetura Hostil, esse direito, infelizmente, não é de fato garantido. Desse modo, fatores como à inoperância estatal e o silenciamento da sociedade, favorecem a existência desse entrave.
     A princípio, é crucial salientar que a omissão estatal é o principal empecilho no combate à Arquitetura Hostil. Sob essa ótica, John Locke, célebre filósofo, afirma que o Estado é responsável por garantir o bem-estar coletivo. No entanto, a máquina adminitrativa rompe a teoria de locke, pois é inoperante em elaborar políticas públicas eficientes em prol de combater a Arquitetura Hostil, uma vez que, ao invés de promoverem a inclusão e o bem-estar, são projetados de forma a afastar e prejudicar certos grupos sociais, e pouco é feito para impedi-lo. Assim sem o apoio necessário do governo, a Arquitetura Hostil tem a sua intervenção dificultada.
     Ademais, o silêncio da sociedade é outra preocupação com à Arquitetura Hostil. Nesse tocante, o escritor irlandês Oscar Wilder defende que a insatisfação é o primeiro passo para o progresso de um homem ou de uma nação. Contudo, seja porque não são culturalizadas nas escola, seja porque são raramente orientadas pelos vínculos midiáticos, as pessoas tornam-se indiferentes à Arquitetura Hostil, visto que não demonstram sua insatisfeito para mudar esse cenário, acomodando-se na esperança de que o governo promova a mudança desejada, o que não ocorre, limitando o avanço nessa questão. Posto isso, é inadmissível que cenário caótico continue a perdurar.
     Portanto, medidas devem ser tomadas para Combater à Arquitetura Hostil, para isso, o governo estadual, órgão com função de zelar pelo povo, precisa investir recursos, por meio verbas, a fim de realizar palestras de debates com o intuito de minimizar essa controversa. Tal ação pode ser elindo os dos realizada através da divulgação das pautas no evento e a indicação do horário, da data e do local, tudo publicado e compartilhado em redes sociais, tais como o Instagram e o Facebook, pois são plataformas de amplo alcance nacional e proporcionará a igualdade previsto na carta Magna do país.
NOTA GERAL (USUÁRIOS)
Sem
nota
Pontuar redação
NOTA AUTOMÁTICA (IA)
Sem
nota
Passe ilimitado
Comentários
Texto não corrigido
COMPETÊNCIA 1: Demonstrar domínio da norma da língua escrita.
Texto não corrigido
COMPETÊNCIA 2: Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.
Texto não corrigido
COMPETÊNCIA 3: Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.
Texto não corrigido
COMPETÊNCIA 4: Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.
Texto não corrigido
COMPETÊNCIA 5: Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.
Texto não corrigido

A Constituição Federal de 1988 assegura a todos os[…]

O artigo 4 da Declaração Universal dos Direitos Hu[…]

alguém poderia por favor corrigi-la? @Lauany25 @M[…]

O programa televisivo "Catalendas" con[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!