Avatar do usuário
Por Rosario2
Quantidade de postagens
#123025
A partir do fim do século XII e do início do século XIII, em meio ao período de crescimento urbano e comercial, muitas pessoas migraram de áreas rurais para os centros urbanos em busca de melhores condições de vida, processo chamado êxodo rural. Desde essa época até os dias atuais, entretanto, inúmeros indivíduos sofrem com a precariedade de e a hostilidade das habitações em cidades de todo o Brasil, o que intensifica a exclusão e o aumento no número de pessoas em situação de rua no país. Tendo isso em vista, é notário que questões como a desigualdade social e a ineficiência de ações governamentais contribuem intimamente para o agravamento de problemas desse âmbito.
Primeiramente, é válida ressaltar que a desigualdade está intimamente relacionada à exclusão social, por meio de uma arquitetura hostil no Brasil. Seguindo essa linha de raciocínio, uma parcela significativa da população, caracterizada por “sem-teto” e pessoas de baixa renda, é, evidentemente, excluída e desprovida de seus direitos, como afirma o conceito de minoria, de Marshall. Em tal prerrogativa, é explicitada a dificuldade que grupos marginalizados da sociedade têm em garantir seus direitos como cidadãos, o que vai de encontro ao artigo 6º da Constituição Federal, que declara o direito de moradia e vida digna a todo e qualquer cidadão do país. Desse modo, percebe-se a alarmante necessidade de mudança, tanto em âmbito social quanto governamental, no Brasil.
Além disso, importa dizer ainda que a ineficiência de ações governamentais no combate à arquitetura hostil agrava o número de pessoas em situação de rua e/ou em habitações precárias e coletivas no país, como expõe a obra “O cortiço”, de Aluísio Azevedo. Em tal clássico da literatura naturalista brasileira, o autor revela a situação desumana de uma moradia coletiva, em cortiços, no Brasil, ao final do século VVIII, a qual, infelizmente, ainda pode ser vista no país atualmente. Dessa maneira, evidencia-se a triste e real necessidade de mudança em aspectos sociais brasileiros.
Portanto, é fundamental que a exclusão de pessoas de rua devido à arquitetura hostil no Brasil seja minimizada. Para isso, o poder público municipal deve condenar e sanar o uso da arquitetura hostil no município, por meio de equipes especializadas, atuantes em obras públicas, para que as pessoas em situação de rua tenham mais dignidade e não sofram com a exclusão. Sendo assim, o infeliz cenário de precariedade urbana visto desde o século XVIII não será mais presente.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Similar Topics
Tópicos Estatísticas Última mensagem
0 Respostas 
283 Exibições
por giuliaromanm
0 Respostas 
525 Exibições
por maritello
1 Respostas 
573 Exibições
por Vitorinha06
1 Respostas 
4465 Exibições
por gabrielromao
4 Respostas 
1393 Exibições
por Fortes
0 Respostas 
238 Exibições
por jsg
1 Respostas 
384 Exibições
por Vitorinha06
0 Respostas 
388 Exibições
por thechain
0 Respostas 
322 Exibições
por isadbertoli
0 Respostas 
95 Exibições
por Layan3

Na atualidade, os seres humanos ainda estão[…]

De acordo com o inquérito 641%, dos inquer[…]

Segundo a Constituição Federal de 19[…]

Descaso de uma sociedade

Des de muito tempo, poucas pessoas da sociedade t&[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM