• Avatar do usuário
#63320
A terceira temporada da série “13 Reasons Why” foca na angústia e na ansiedade das pessoas, geradas pelos tabus sociais. Nesse sentido, um dos episódios retrata os transtornos de ansiedade - problemática recorrente na sociedade brasileira - que surge devido à falibilidade educacional e à ausência de empatia, o que não contribui para o equilíbrio emocional.
Primordialmente, vale destacar que o ambiente escolar acarreta fatores de ordem emotiva. Nesse ínterim, a pintura expressionista "O Grito", de Edvard Munch, representa, por meio de uma figura andrógina, as angústias sociais. No entanto, nas instituições escolares, assim como os métodos de aprendizagens não educam o estudante para saber lidar com as suas emoções, por mais que o sistema priorize matérias que possam ser importantes no mercado de trabalho, existe uma análise superficial para identificar alunos que apresentam alterações comportamentais, o que, por fim, ocasiona a entrada desses indivíduos nos transtornos psicológicos.
Em segunda análise, é válido ressaltar que a falta de empatia acarreta nas pessoas acometidas por transtornos mentais frustração e desânimo. Nesse sentido, no trecho da música do grupo vocal livre “A começar em mim”, é dito: “Se nosso bem mais precioso, não faltasse quando pra ouvir, pra entender o meu irmão”. De forma análoga, fora da composição, amigos não se oferecem para tentar ajudar seus companheiros que sofrem desse impasse, acarretando, sobretudo, um cenário com ausência de altruísmo, com a finalidade de causar futuros problemas como tristeza, afastamento do meio social e até suicídio.
Por todos esses aspectos, medidas fazem-se necessárias para solucionar essas adversidades. Para tanto, é mister que o Ministério da Educação (MEC), órgão responsável pela elaboração e execução da Política Nacional de Educação, promova palestras e debates nas escolas, por intermédio de atividades e discussões para estimular o pensamento crítico sobre o julgamento criado às pessoas ansiosas, com a finalidade de distanciar à população, ajudando-os a entender os aspectos éticos e sociais que permeiam essa temática. Ademais, é preciso utilizar a mídia, como meio de comunicação e elemento persuasivo, para promover propagandas, campanhas e "hashtags”, a fim de desenvolver informações que mostrem, de maneira clara, os impactos causados pela ansiedade na sociedade contemporânea.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

vitoriaca , tá bom anjo❤

Iurymed , ei!! Claro! Posso sim. Em breve, ok[…]

Dante , não aguento com esses elogios!! :[…]

Ei, Fernanda! Espero que esteja tudo bem com v[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM