• Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
Avatar do usuário
Por Letsilva
#71896
O filósofo Raimundo de Teixeira Mendes, em 1889, adaptou o lema "Ordem e Progresso" não só para a Bandeira Nacional Brasileira, mas também para a nação que, atualmente, enfrenta inúmeros empecilhos para o seu desenvolvimento. Lamentavelmente, entre eles, destaca-se o analfabetismo total e funcional, problema recorrente na sociedade brasileira. Essa realidade se deve, principalmente, à inoperância estatal e à alienação social.
Sob esse viés, é notório que a negligência do Poder Público é um grave empecilho. Nessa perspectiva, Otto Von Bismarck, em 1880, afirmou que o Estado deve promover o bem-estar social da população. No entanto, na medida em que existem pessoas vivendo, no Brasil, em situações sem o mínimo de direitos sociais efetivados, como o acesso à educação, bem constitucional, há uma falha grotesca da função do Estado com o ideal de Otto. Por consequência disso, cerca de 29% da população brasileiraz é analfabeta funcional- não conseguem interpretar textos simples - e mais de 5% da população acima dos 15 anos, é analfabeta total - não conseguem ler o próprio nome, segundo dados do IBGE, sendo inegável o fato de que isso ocorre, principalmente, pela excassez de políticas públicas eficazes, como a disponibilização de ensino público adequado, que visem proporcionar qualidade de vida para a porcentagem da população afetada. Desse modo, é inadiável que o bem-estar social seja alcançado, a partir de medidas governamentais.
Além disso, uma grande parcela da população se mostra alienada. O intitulado "Paradoxo da Moral" é um livro escrito pelo musicólogo Vladimir Jankélévitch para exemplificar a cegueira ética do homem moderno, ou seja, a passividade das pessoas frente aos impasses enfrentados pelo próximo. De maneira análoga, percebe-se que o analfabetismo total e funcional encontra um forte alicerce na estagnação social. Essa situação ocorre porque, infelizmente, a sociedade não se movimenta em prol da erradicação da problemática, pelo contrário, ela adquire uma posição individualista, por não mensurar as consequências que o analfabetismo traz consigo, como a situação de miséria, resultado do desemprego. Logo, torna-se essencial superar esses preceitos que atestam, sobretudo, uma desigualdade no acesso à educação.
Portanto, é necessário que haja uma intervenção diante desse cenário. Destarte, o Governo Federal, responsável por administrar o povo e os interesses públicos, com o apoio do Ministério da Educação, por meio de verbas governamentais destinadas à pasta, deve criar um programa social que ofereça aulas gratuitas, com uma forma de ensino específico para analfabetos. Essa ação será realizada com o intuito de promover a erradicação do analfabetismo total e funcional no Brasil, para que a sociedade não naturalize a intolerância que o permeia. Dessa maneira, o Brasil se tornará a nação da ordem e do progresso, como proferiu Raimundo de Teixeira Mendes.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

#72701
O filósofo Raimundo de Teixeira Mendes, em 1889, adaptou o lema "Ordem e Progresso" não só para a Bandeira Nacional Brasileira, mas também para a nação que, atualmente, enfrenta inúmeros empecilhos para o seu desenvolvimento. Lamentavelmente, entre eles, destacam-se o analfabetismo total e funcional, problema recorrente na sociedade brasileira. Essa realidade se deve, principalmente, à inoperância estatal e à alienação social.

Sob esse viés, é notório que a negligência do Poder Público é um grave empecilho. Nessa perspectiva, [colocar profissão dele igual fez antes filósofo tal > Otto Von Bismarck, em 1880, afirmou que o Estado deve promover o bem-estar social da população. No entanto, na medida em que existem pessoas vivendo, no Brasil, em situações sem o mínimo de direitos sociais efetivados, como o acesso à educação, bem constitucional, há uma falha grotesca da função do Estado com o ideal de Otto. Por consequência disso, cerca de 29% da população brasileiraz é analfabeta funcional- não conseguem interpretar textos simples - e mais de 5% da população acima dos 15 anos, é analfabeta total - não conseguem ler o próprio nome, segundo dados do IBGE, sendo inegável o fato de que isso ocorre, principalmente, pela excassez de políticas públicas eficazes, como a disponibilização de ensino público adequado, que visem proporcionar qualidade de vida para a porcentagem da população afetada. Desse modo, é inadiável que o bem-estar social seja alcançado, a partir de medidas governamentais.
* Muito repertório, só um bastaria

Além disso, uma grande parcela da população se mostra alienada. [faltou conectivo] O intitulado "Paradoxo da Moral" é um livro escrito pelo musicólogo Vladimir Jankélévitch para exemplificar a cegueira ética do homem moderno, ou seja, a passividade das pessoas frente aos impasses enfrentados pelo próximo. De maneira análoga, percebe-se que o analfabetismo total e funcional encontra um forte alicerce na estagnação social. Essa situação ocorre porque, infelizmente, a sociedade não se movimenta em prol da erradicação da problemática, pelo contrário, ela adquire uma posição individualista, por não mensurar as consequências que o analfabetismo traz consigo, como a situação de miséria, resultado do desemprego. Logo, torna-se essencial superar esses preceitos que atestam, sobretudo, uma desigualdade no acesso à educação.

Portanto, é necessário que haja uma intervenção diante desse cenário. Destarte, o Governo Federal, responsável por administrar o povo e os interesses públicos, com o apoio do Ministério da Educação, por meio de verbas governamentais destinadas à pasta, deve criar um programa social que ofereça aulas gratuitas, com uma forma de ensino específico para analfabetos. Essa ação será realizada com o intuito de promover a erradicação do analfabetismo total e funcional no Brasil, para que a sociedade não naturalize a intolerância que o permeia. Dessa maneira, o Brasil se tornará a nação da ordem e do progresso, como proferiu Raimundo de Teixeira Mendes.

Olá, Bia. A sua redação n&at[…]

eurodrigo anasilva1 Bia2201 3m1ly Gi6[…]

eurodrigo Obrigado pela avaliaçã[…]

oii, estou de volta pessoal!!! Gostaria que corrig[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM