Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos de "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
Por Luisaaa18
#50177
A constituição federal de 1988, documento jurídico mais importante do país, prevê em seu artigo 6°, o direito a educação como inerente a todo cidadão brasileiro. Conquanto tal prerrogativa não tem se reverberado com ênfase na prática quando se observa o analfabetismo funcional, dificultando, deste modo, a universalização desse direito pessoal tão importante. Diante dessa perspectiva, faz-se mister a análise dos fatores que favorecem esse quadro.
Em uma primeira análise, deve-se ressaltar a ausência de medidas governamentais para combater o aumento da incompreensão dos cidadãos. Nesse sentido, constata-se que o ensino disciplinar na qual as pessoas aprendem aprendem a ler, escrever e calcular, não está sendo exercido com qualidade pelo fato de não obterem cursos (de maneira virtual ou presencial) com profissionais qualificados a fim de alfabetizar a sociedade. Desse modo com a concepção instituída, a população não absorve as informações necessárias, e contudo faz com que o analfabetismo esteja em evidência no país.
Ademais, é fundamental apontar o preconceito regional como impulsionador da inferioridade escolar. Segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), dois sextos das pessoas analfabetas encontram-se na região nordeste. Diante desse cenário exposto, os indivíduos e o local são visto como desvantagem, fazendo com que os melhores meios sejam concentrados nos polos mais desenvolvidos do Brasil como a região Sudeste. Logo é inadmissível que esse cenário continue a pendurar.
Depreende-se, portanto, a necessidade de se combater esses obstáculos. Para isso é imprescindível que o Ministério da Educação, por intermédio de impostos arrecadados disponibilizem aulas, anúncios e palestras onlines - televisores, computadores, rádios e celulares -, conscientize a população da leitura. Paralelamente é imperativo ressaltar que pessoas necessitadas recebam de forma gratuita o ensino de boa qualidade em seu cotidiano. Assim se consolidará uma sociedade ponderada, onde o estado desempenha corretamente seu "contrato social" tal como afirma John Locke.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

GlendaMorais :D

Você acha que fico nas casas dos 700 com ess[…]

Uma vez que o sistema carcerário brasileiro[…]

Na sociedade atual,tem sido bastante discutido sob[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM