Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos de "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
Por Carolinaxxzz
#50263
A Constituição Federal de 1988, documento jurídico mais importante do País, prevê em seu artigo 6°, o direito à assistência social como inerente a todo cidadão brasileiro.
No entanto, tal prerrogativa não tem se reverberado com ênfase na prática quando se observa uma parcela de analfabetos digitais presentes no Brasil que não usufruem de tal privilégio. Dessa forma, urge que medidas sejam tomadas para amenizar a problemática, que é motivada não só pelo silenciamento, mas também pela discrepância social.
Sob essa perspectiva, é importante ressaltar o silenciamento como uma das causas que impulsionou o problema, tendo em vista que o Analfabetismo Digital no Brasil é uma questão pouco abordada, com isso culminando em uma série de problemas, como exemplos: a exclusão social, a falta de capacitação profissional, uma sociedade menos igualitária, entre vários outros fatores. Diante disso, segundo Pierre Bourdieu - filósofo francês -, o que foi criado para ser instrumento de democracia não deve ser convertido em mecanismo de opressão. Nesse sentido, pode-se observar que a mídia, em vez de promover debates que elevem o nível de informação da população, influência na consolidação do problema, não tratando o Analfabetismo Digital com a seriedade necessária.
Ademais, é fulcral dar ênfase à questão da discrepância social como um dos fatores que corroboram a perpetuação da adversidade existente no Brasil. Conforme Friedrich Nietzsche, a desigualdade dos direitos é a primeira condição para que haja direitos. Nesse contexto, os grupos mais vulneráveis socioeconomicamente sofrem por não terem capital suficiente para arcar com as despesas oriundas do Analfabetismo Digital. Sendo assim, é inadmissível que, em pleno século XXI, ainda haja esse tipo de desigualdade que, além de submeter a população a condições deploráveis, priva as pessoas de tal virtude. Logo, é incontestável que o óbice continue a existir na sociedade, tendo em vista que é um dos motivos para o prosseguimento do desequilíbrio social.
Evidencia-se, portanto, a necessidade de ações interventivas para reverter o impasse em todo território nacional. Para isso, a mídia deve criar um projeto que vise informar a população sobre o Analfabetismo Digital. Isso deve ocorrer por meio de propagandas televisivas e de reportagens, com a participação de profissionais competentes e membros da comunidade, a fim de garantir os direitos dos indivíduos prejudicados e mobilizar a população. Dessa maneira, será possível que o problema seja gradativamente minimizado no País.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

A saúde mental é um assunto que vem […]

@duanalin alguém pode corrigir para mim? Pf[…]

No filme "Preciosa- Uma história de es[…]

Doenças mentais

O Brasil está no ranking dos países […]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM