Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos como "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
Avatar do usuário
Por girl
#56596
A constituição federal de 1988, documento jurídico mais importante do país, prevê em seu artigo 6º, o direito a educação como inerente a todo cidadão brasileiro. Conquanto, tal prerrogativa não tem se reverberado com ênfase na prática quando se observa o analfabetismo digital no Brasil, dificultando, deste modo, a universalização desse direito social tão importante. Diante dessa perspectiva, faz-se imperiosa a análise dos fatores que favorecem esse quadro.
Em uma primeira análise, deve-se ressaltar a ausência de medidas governamentais para combater o fato de inúmeros indivíduos serem “Analfabetos Digitais”. Nesse sentido, as pessoas que nasceram em séculos passados, antes da juventude atual, encaram desafios de inclusão em relação a tecnologia, pode-se perceber esse problema de forma evidente nesse cenário atual em que se está, onde um exemplo é que vários professores encontram dificuldade de adaptação para a realização de aulas remotas, visto que necessita do uso de meios digitais. Essa conjuntura, segundo as ideias do filósofo contratualista John Locke, configura-se como uma violação do “contrato social”, já que o Estado não cumpre sua função de garantir que os cidadãos desfrutem de direitos indispensáveis, como a educação e inserção de todos ao acesso a tecnologia, o que infelizmente é evidente no país.
Ademais, é fundamental apontar a dificuldade do acesso a internet para todos como impulsionador do analfabetismo digital no Brasil. Segundo o IBGE, 25% dos brasileiros não tem acesso a internet no país. Diante de tal exposto, fica distante da realidade dos pais incluírem os filhos no meio tecnológico de forma segura, visto que não se tem uma base para instrui-los . Logo, é inadmissível que esse cenário continue a perdurar.
Depreende-se, portanto, a necessidade de se combater esses obstáculos. Para isso, é imprescindível que o Governo, por intermédio da criação de palestras ou seminários, vise influenciar pessoas de todas as idades a buscar conhecimento sobre tecnologia e sua importância a fim de expandir a visão sobre o mundo através da tecnologia em si. Assim, se consolidará uma sociedade mais sensata, onde o Estado desempenha corretamente seu “contrato social”, tal como afirma John Locke.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

jherodrigues , obrigado, qual a nota?

A persistência da violência  na s[…]

A pobreza no Brasil é um fato bem atual , e[…]

Não pode usar 1ª pessoa na redaç[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM