Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos de "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
#49362
De acordo com o Indicador de Alfabetismo Funcional (Inaf) de 2018, o analfabetismo funcional
atinge cerca de 29% da população brasileira. Sob tal ótica, nota-se a negligência governamental a esse entrave, visto que é incoerente que, em meio à evolução tecnológica, a educação sofra tal atraso. Nesse ínterim, é imprescindível que a motivação do próprio estudante e a melhoria da qualidade da educação sejam alternativas para reduzir o número de analfabetos funcionais no Brasil.

Inicialmente, é válido ressaltar que o interesse pelo conhecimento precisa partir primordialmente do aluno. Conforme mostra o filme "O menino que descobriu o vento", o protagonista encontra na educação uma forma de solucionar os problemas sociais de seu lugarejo. Por analogia, o estudante precisa reconhecer a importância da educação como caminho para alcançar, principalmente, a criticidade acerca dos problemas sociais de seu convívio. Com isso, o analfabetismo funcional será gradativamente extinto.

Outrossim, a educação brasileira precisa de uma estrutura mais competente no que diz respeito à erradicação do analfabetismo funcional. Segundo o professor José Marcelino de Rezende Pinto, da Universidade de São Paulo, as escolas brasileiras não conseguem transformar o conhecimento em algo do cotidiano das pessoas. Similarmente, os estudantes aplicam o método de memorização do conteúdo, o que interfere negativamente na sua aprendizagem significativa. Assim, fica evidente a necessidade de reestruturação do sistema de ensino.

Diante dos fatos mencionados, nota-se que o analfabetismo funcional detém de alternativas claras para o seu decréscimo. Então, urge que o Ministério da Educação deve elaborar uma nova proposta de ensino, por meio da capacitação de professores, isto é, oferecer cursos virtuais que ensinem aos docentes as aplicações dos conteúdos no cotidiano, a fim de promover o aprendizado efetivo dos estudantes e estimulá-los a aplicar seus conhecimentos para solucionar problemas da esfera social. Assim, será possível alcançar uma alfabetização eficaz.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Uma vez que o sistema carcerário brasileiro[…]

Na sociedade atual,tem sido bastante discutido sob[…]

No livro “O futuro da humanidade” de A[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM