Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos como "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
#55395
Em todos os momentos da sua história, o Brasil teve sempre como base forte de sua economia a exportação de produtos agrícolas, como a cana de açúcar, o café e atualmente a soja. Porém é visível que na contemporaneidade o escoamento de sua produção enfrenta adversidades, fator que leva o país a buscar novas alternativas para sanar o problema. Esse obstáculo impede o aumento de lucros no setor e, logo, seu desenvolvimento e crescimento – impactos fomentados especialmente pela falta de estrutura das rodovias já utilizadas e pela não utilização de hidrovias e ferrovias.
Primariamente, é notório que as rodovias são o principal meio de escoamento da produção brasileira. Todavia sua infraestrutura é precária- a exemplo da rodovia Transamazônica, a principal do norte do país, que nem mesmo possui asfaltamento na totalidade de seus trecos. Exemplos como esse e diversos outros mostram que, apesar do sistema rodoviário ser essencial, ele sobre com o descaso governamental e permanece em uma falta de infraestrutura constante. Portanto, sendo a roda principal do escoamento da produção brasileira, esta sofre com atrasos, perca de produção e lucro – problemas que seriam sanados com instrumentos e melhoras na estrutura rodoviária.
Além disso, rotas alternativas de transporte no Brasil não possuem notoriedade. Em virtude especialmente do governo de Juscelino Kubistchek, o meio ferroviário foi densamente desvalorizado; da mesma maneira, hidrovias e portos, que auxiliariam em majoritária parte do problema ainda ocupam forte destaque nesse cenário. Dessa forma, há o congestionamento do sistema rodoviário, que já peca em infraestrutura e eficiência. Tendo esses fatos em vista, elucida-se a necessidade que o país tem de considerar investimentos em outros meios de circulação – assim, o fluxo da produção seria mais fluído, rápido e de menor custo.
De acordo com o que foi explicitado, é crucial a ação para a resolução do problema. Por isso, o Ministério da Infraestrutura em parceria com o Ministério da Fazenda devem promover investimentos no sistema rodoviário e incentivos fiscais aos estados para a maior utilização e aproveitamento de ferrovias e hidrovias. Logo, por meio de alterações nas leis de Diretrizes Orçamentárias, o país possuirá novas alternativas para o escoamento de sua produção. Por fim, será visível o crescimento e desenvolvimento do setor no Brasil como também no mercado mundial.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 163

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra excelente domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro. Desvios gramaticais ou de convenções da escrita, neste nível, são aceitos somente como excepcionalidade e quando não caracterizam reincidência.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 180

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente, a partir de um repertório sociocultural produtivo e apresenta excelente domínio do texto dissertativo-argumentativo, ou seja, em seu texto, o tema é desenvolvido de modo consistente e autoral, por meio do acesso a outras áreas do conhecimento, com progressão fluente e articulada ao projeto do texto.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 173

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema proposto, de forma consistente e organizada, configurando autoria, ou seja, os argumentos selecionados estão organizados e relacionados de forma consistente com o ponto de vista defendido e com o tema proposto, configurando-se independência de pensamento e autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 170

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante articula bem as ideias, os argumentos, as partes do texto e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos, sem inadequações.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 180

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante elabora excelente proposta de intervenção, detalhada, relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto. Trata-se de redação cuja proposta de intervenção seja muito bem elaborada, relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, abrangente e bem detalhada.

#55423
Em todos os momentos da sua história, o Brasil teve sempre como base forte de sua economia a exportação de produtos agrícolas, como a cana de açúcar, o café e atualmente a soja. Porém, é visível que na contemporaneidade o escoamento de sua produção enfrenta adversidades, fator que leva o país a buscar novas alternativas para sanar o problema. Esse obstáculo impede o aumento de lucros no setor e, logo, seu desenvolvimento e crescimento – impactos fomentados especialmente pela falta de estrutura das rodovias já utilizadas e pela não utilização de hidrovias e ferrovias.

[evite, prefira "em primeiro lugar", "em primeira análise" > Primeiramente, é notório que as rodovias são o principal meio de escoamento da produção brasileira. Todavia sua infraestrutura é precária- a exemplo da rodovia Transamazônica, a principal do norte do país, que nem mesmo possui asfaltamento na totalidade de seus trecos. [faltou conectivo] Exemplos como esse e diversos outros < evite ampliar com esse termo, exemplifique o que sabe e pronto] mostram que, apesar do sistema rodoviário ser essencial, ele sobre com o descaso governamental e permanece em uma falta de infraestrutura constante. Portanto, sendo a roda principal do escoamento da produção brasileira, esta sofre com atrasos, perca de produção e lucro – problemas que seriam sanados com instrumentos e melhoras na estrutura rodoviária.

Além disso, rotas alternativas de transporte no Brasil não possuem notoriedade. Em virtude especialmente do governo de Juscelino Kubistchek, o meio ferroviário foi densamente desvalorizado; da mesma maneira, hidrovias e portos, que auxiliariam em majoritária parte do problema ainda ocupam forte destaque nesse cenário. Dessa forma, há o congestionamento do sistema rodoviário, que já peca em infraestrutura e eficiência. Tendo esses fatos em vista, elucida-se a necessidade que o país tem de considerar investimentos em outros meios de circulação – assim, o fluxo da produção seria mais fluído, rápido e de menor custo.

De acordo com o que foi explicitado, é crucial uma ação para a resolução do problema. Por isso, o Ministério da Infraestrutura em parceria com o Ministério da Fazenda devem promover investimentos no sistema rodoviário e incentivos fiscais aos estados para a maior utilização e aproveitamento de ferrovias e hidrovias. Logo, por meio de alterações nas leis de Diretrizes Orçamentárias, o país possuirá novas alternativas para o escoamento de sua produção. Por fim, será visível o crescimento e desenvolvimento do setor no Brasil como também no mercado mundial.
* Intervenção completa

Espero ter ajudado! :D
#55434
jherodrigues escreveu:Em todos os momentos da sua história, o Brasil teve sempre como base forte de sua economia a exportação de produtos agrícolas, como a cana de açúcar, o café e atualmente a soja. Porém, é visível que na contemporaneidade o escoamento de sua produção enfrenta adversidades, fator que leva o país a buscar novas alternativas para sanar o problema. Esse obstáculo impede o aumento de lucros no setor e, logo, seu desenvolvimento e crescimento – impactos fomentados especialmente pela falta de estrutura das rodovias já utilizadas e pela não utilização de hidrovias e ferrovias.

[evite, prefira "em primeiro lugar", "em primeira análise" > Primeiramente, é notório que as rodovias são o principal meio de escoamento da produção brasileira. Todavia sua infraestrutura é precária- a exemplo da rodovia Transamazônica, a principal do norte do país, que nem mesmo possui asfaltamento na totalidade de seus trecos. [faltou conectivo] Exemplos como esse e diversos outros < evite ampliar com esse termo, exemplifique o que sabe e pronto] mostram que, apesar do sistema rodoviário ser essencial, ele sobre com o descaso governamental e permanece em uma falta de infraestrutura constante. Portanto, sendo a roda principal do escoamento da produção brasileira, esta sofre com atrasos, perca de produção e lucro – problemas que seriam sanados com instrumentos e melhoras na estrutura rodoviária.

Além disso, rotas alternativas de transporte no Brasil não possuem notoriedade. Em virtude especialmente do governo de Juscelino Kubistchek, o meio ferroviário foi densamente desvalorizado; da mesma maneira, hidrovias e portos, que auxiliariam em majoritária parte do problema ainda ocupam forte destaque nesse cenário. Dessa forma, há o congestionamento do sistema rodoviário, que já peca em infraestrutura e eficiência. Tendo esses fatos em vista, elucida-se a necessidade que o país tem de considerar investimentos em outros meios de circulação – assim, o fluxo da produção seria mais fluído, rápido e de menor custo.

De acordo com o que foi explicitado, é crucial uma ação para a resolução do problema. Por isso, o Ministério da Infraestrutura em parceria com o Ministério da Fazenda devem promover investimentos no sistema rodoviário e incentivos fiscais aos estados para a maior utilização e aproveitamento de ferrovias e hidrovias. Logo, por meio de alterações nas leis de Diretrizes Orçamentárias, o país possuirá novas alternativas para o escoamento de sua produção. Por fim, será visível o crescimento e desenvolvimento do setor no Brasil como também no mercado mundial.
* Intervenção completa

Espero ter ajudado! :D
ahh certo, muito obrigada pela correção, me ajudou muito !! tenha um bom dia :D :D

Segundo o grande líder do movimento dos dir[…]

A declaração universal dos direitos […]

Desigualdade social

Delys , com certeza❤ se precisar pode chamar.

A chamada Geração Z formada pelos jo[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM