• Avatar do usuário
#82047
Em 2013, a novela "Carrossel" abordou o tema da doação de sangue de forma lúdica para o público infantil e adulto. Na trama, os pais de Cirilo salvam a vida da mãe de Maria Joaquina após a mesma perder muito sangue em um acidente e o hospital não ter sangue para repor. A autora colocou em pauta essa questão tantas vezes silenciada e tão séria, alertando a população que, carente de informação, muitas vezes não sabe que está apta a ajudar a salvar uma vida.
A escassez nos bancos de sangue não é recente, assim como a falta de atenção a ela. Milhares de pessoas pelo Brasil dependem todos os dias dos Hemocentros, bancos de sangue espalhados pelas cidades. Eles fazem diversas campanhas, mas nem sempre conseguem bater as metas. A falta de divulgação mata. Pior do que a parcela da população que não tem ciência de que pode doar, são as pessoas que não doam por acreditarem em alguns mitos disseminados que têm a urgência de serem esclarecidos, como o que doar sangue engorda e que quem doa uma vez, é obrigado a doar sempre. Sim, o ideal é que se crie o hábito de doar, já que muitas pessoas necessitam, mas fica a critério do doador.
Entretanto, a não tão recorrente propagação das campanhas de doação na mídia não são o único problema que os Hemocentros e hospitais enfrentam. A doação de sangue, ou pior, a falta dela, também é um retrato da desigualdade social no Brasil, pois a doação nos centros urbanos é maior. A diferença se dá pela precariedade da infraestrutura no interior das cidades, faltando instrumentos para a coleta e armazenamento do sangue. O geógrafo Milton Santos explica o conceito da cidadania mutilada, onde a Constituição garante algo ao povo que não é posto em prática. Assim é no Brasil: a Constituição Cidadã garante tratamento de saúde igualitário a todos, todos têm direito ao transplante sanguíneo. No entanto, em decorrência da falta de incentivos governamentais, ainda temos os menores índices de doação no interior, causando, então, a morte de diversas pessoas, maioria de classe mais baixa.
Faz-se importante que o Ministério da Saúde, responsável pelo Sistema Único de Saúde, com o Poder Executivo, aumente a verba direcionada aos hospitais interioranos, descentralizando o acesso à saúde das grandes cidades. Dessa forma, os centros de doação poderão investir em infraestrutura e promover mais campanhas. Cabe à mídia divulgá-las nos veículos de imprensa, rádios, jornais, propagandas e até novelas, como "Carrossel" e visar a conscientização do público, desmistificando os mitos e aumentando a procura. Em poucos meses, tais medidas resultariam em um maior número de doadores, logo, mais estoque, resultando em mais vidas salvas. Doe sangue.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Anna1 xIsabellasz vingrid KarllaViit Pe[…]

se puderem corrigir essa redação, fi[…]

Parabéns amiga! :)

O quadro expressionista "O grito" do pin[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM