• Avatar do usuário
#74863
Paulo Freire, pedagogo brasileiro, desse isto: "quando a educação não é libertadora, o sonho do oprimido e ser opressor". Dessa feita, percebe-se que o pensamento é intimamente relacionado à questão de escoamento de produtos no Brasil haja vista que essa problemática acontece por uma denominação inconsciente do poder estatal sobre o corpo social ponto final diante disso é fulcral analisar os pontos causídicos desse imbróglio com ênfase na libertação pelo conhecimento.
Sob esse viés, é necessário frisar que a falta de senso crítico no corpo social é uma das causas desse problema ponto final desse modo, os filósofos adorno e Harkheimer definir "indústria cultural" com a padronização do pensamento e, portanto, alienação dos indivíduos frente ás demais realidades sociais, isso pode ser exemplificado pela mídia, quando é retratado o baixo índice de aprendizagem na escola pública além da falta de saneamento básico e auxílio financeiro em regiões periféricas. Loga há denominação dos costumes e da percepção da realidade, por isso a efetivação da plena cidadania é impedida.
Ademais, é imperioso analisar que a persistência do imbróglio está intimamente relacionada à falta de capacidade de fala dos indivíduos. para simplificar essa questão, na antiga Atenas, os indivíduos tinha isegoria a igualdade para falar e discutir nas assembleias. nesse quesito eles poderiam proporcionar leis que garantissem e promovesse um bem-estar coletivo. entretanto a situação não é favorável no Brasil contemporâneo, tendo em vista que a desigualdade social e a criminalidade fazem com que a população não tenha direito a fala para coibir o escoamento de produtos. Logo percebe-se porque da adversidade.
Diante dos argumentos supracitados, é necessário que o ministério da justiça e segurança pública que por meio de verbas da união, campanha informacionais em diferentes meios de comunicação para conscientização populacional. sobretudo cabe as escolas, junto a sociedade, dar instruções por meio de palestras com psicólogos e profissionais capacitados, sobre o escoamento, furto e roubo a fim de efetivar a cidadania.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra excelente domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro. Desvios gramaticais ou de convenções da escrita, neste nível, são aceitos somente como excepcionalidade e quando não caracterizam reincidência.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 40

Você atingiu aproximadamente 20% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante apresenta o assunto tangenciando o tema, ou demonstra domínio precário do texto dissertativo-argumentativo, com traços constantes de outros tipos textuais. Com essa pontuação, ou o texto tangencia a temática proposta, isto é, o assunto é mencionado por meio de palavras ou expressões, mas não é desenvolvido, ou se identificam muitas inadequações, com fragmentos de outros tipos textuais que não se configuram como argumentos, sinalizando desconhecimento da estrutura do texto dissertativo-argumentativo.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 40

Você atingiu aproximadamente 20% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo aos critérios definidos a seguir. O texto não defende ponto de vista a respeito do tema proposto e/ou apresenta informações, fatos e opiniões pouco relacionados ao tema, superficiais ou incoerentes.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 40

Você atingiu aproximadamente 20% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante não articula as partes do texto ou as articula de forma precária e/ou inadequada, apresentando graves e frequentes desvios de coesão textual. Na redação enquadrada neste nível, há sérios problemas na articulação das ideias e na utilização de recursos coesivos: frases fragmentadas; frase sem oração principal; períodos muito longos sem o emprego dos conectores adequados; repetição desnecessária de palavras; não utilização de elementos que se refiram a termos que apareceram anteriormente no texto.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 40

Você atingiu aproximadamente 20% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante apresenta proposta de intervenção vaga, precária, frágil, superficial, ou relacionada apenas ao assunto, de forma tangencial ao tema, isto é, sem se ater ao recorte temático solicitado.

Saúde Pública no Brasil

OLÁ! Tudo bem? Espero que seu dia estej[…]

3m1ly aaah muito obrigada pela correç&ati[…]

Consumismo no Brasil

Eraldonunes eurodrigo Gi69 Anne24 Lol[…]

Jean Jaques Rosseau, filósofo iluminista, a[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM