Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos de "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
#47385
O artigo 5°,da Constituição Federal de 1988, defende o direito pleno de qualquer cidadão. No entanto, percebe-se uma lacuna na garantia desse direito na questão do acesso da população de baixa renda à cultura no Brasil,o que, além de grave, torna-se um problema inconstitucional. Nesse contexto, torna-se evidente como causas o silenciamento, bem como a falta de empatia.
A princípio, o silenciamento caracteriza-se como um complexo dificultador. O filósofo Foucault defende que, na sociedade pós-moderna, alguns temas são silenciados para que as estruturas de poder sejam mantidas. Nesse sentido, percebe-se uma lacuna no que se refere ao debate em torno do acesso da população de baixa renda à cultura no Brasil, sendo um dos principais motivos a priorização de interessantes financeiros, já que, se o acesso à cultura fosse totalmente gratuito, não haveria lucro para as estruturas de poder.
Outro ponto relevante, nessa temática, é a falta de empatia. Na obra"Modernidade Líquida" Zygmunt Bauman defende que a sociedade atual é fortemente influenciada pelo individualismo. A tese do sociólogo pode ser observada de maneira específica na realidade brasileira no que tange ao acesso da população de classe baixa à cultura, tendo em vista que o acesso à cultura é um direito barrado à grande parte da público, seja pelo preço muito elevado do acesso ou por não haver estruturas culturais em vários municípios do Brasil.
Portanto, é preciso que o Ministério da Educação, em parceria com o Conselho Federal de Psicologia do Brasil, desenvolvam "workshops", em escolas, sobre a importância da empatia para o enfrentamento de problemas sociais e para o equilíbrio da sociedade. Tais atividades devem ser direcionadas aos alunos do Ensino Médio, porém, o evento pode ser aberto à comunidade. Além disso, podem ser ofertadas atividades práticas, como dinâmicas, a fim de tratar o tema de forma lúdica,para que a empatia seja uma prática presente em todas as situações.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

#47404
Olá @Gi23, vou corrigir sua redação.

INTRODUÇÃO

"O artigo 5°,da Constituição Federal de 1988, defende o direito (1) pleno( de qualquer cidadão. No entanto, percebe-se uma lacuna na garantia desse direito na questão do acesso da população de baixa renda à cultura no Brasil,o que, além de grave, torna-se um problema inconstitucional. Nesse contexto, torna-se evidente como causas o silenciamento, bem como a falta de empatia."

-(1) Direito a quê? Esse desvio comprometeu a sequência da introdução.
- No mais, contém todos os requisitos necessários, em destaque um posicionamento claro.

DESENVOLVIMENTOS

"A princípio, o silenciamento caracteriza-se como um complexo dificultador (De quê?). O filósofo Foucault defende que, na sociedade pós-moderna, alguns temas são silenciados para que as estruturas de poder sejam mantidas. Nesse sentido, percebe-se uma lacuna no que se refere ao debate em torno do (1)acesso da população de baixa renda à cultura no Brasil, sendo um dos principais motivos a priorização de interessantes (interesses) financeiros, já que, se o acesso à cultura fosse totalmente gratuito, não haveria lucro para as estruturas de poder."

- Cuidado com a repetição do "que", existem termos para substituí-lo.
- (1) Essa frase poderia ser sintetizada, abrindo mais espaço para a argumentação.
- A argumentação é pertinente, e possui um lógica. Porém, acho que faltou um complemento no esclarecimento dos envolvidos na questão da promoção do debate (Governo, escola, família, empresas, etc.)
-Sobre a estrutura do parágrafo, recomendo a seguinte: Tópico frasal - 1 período; Repertório - 2 período; Argumentação - 3 período; Fechamento interno - 4 período.
- Faltou no caso o último período, em que poderia ser abordado sobre as consequências do discutido, ou uma retomada (concretização)do tópico frasal.
- Faltou também a presença de mais termos dissertativos, para expressar autoria. (Identifico apenas "lacuna" e "interesses financeiros")

"Outro ponto relevante, nessa temática, é a falta de empatia. Na obra"Modernidade Líquida" Zygmunt Bauman defende que a sociedade atual é fortemente influenciada pelo individualismo. A tese do sociólogo pode ser observada de maneira específica na realidade brasileira no que tange ao acesso da população de classe baixa à cultura, tendo em vista que o acesso à cultura é um direito barrado à grande parte da público, seja pelo preço muito elevado do acesso ou por não haver estruturas culturais em vários municípios do Brasil."

- Erro gravíssimo: o argumento "falta de empatia" possui pouca relação com o desenvolvido posteriormente. EMPATIA refere-se à capacidade de projetar a personalidade de alguém num objeto. Logo, a precificação dos ingressos ou a falta de espaços em regiões pobres não possui uma relação forte com o tópico frasal, assim como com o repertório de Bauman
- Tome cuidado para não se perder com argumentos coringas. O encaixe precisa ter coerência.
- Novamente, a falta de elementos para subtituir o "que". Olhando o texto como um todo, essa repetição torna-se inadequada. Outros termos foram repetidos bem próximos nesse parágrafo.

CONCLUSÃO

"Portanto, é preciso que o Ministério da Educação, em parceria com o Conselho Federal de Psicologia do Brasil, (AGENTES)desenvolvam "workshops", em escolas (AÇÃO), sobre a importância da empatia para o enfrentamento de problemas sociais e para o equilíbrio da sociedade (MODO/MEIO). Tais atividades devem ser direcionadas aos alunos do Ensino Médio, porém, o evento pode ser aberto à comunidade(DETALHAMENTO). Além disso, podem ser ofertadas atividades práticas, como dinâmicas, a fim de tratar o tema de forma lúdica,para que a empatia seja uma prática presente em todas as situações.(FINALIDADE)"

- A Proposta é pertinente e contém todos os itens. OBSERVAÇÃO: considerei a existência de um Modo/Meio, porém, a disposição da frase, sem conectivos adequados, se parece mais com um Detalhamento da ação. Além disso, a Finalidade identificada ficou distante da primeira proposta, e está próxima a uma segunda ação. Isso pode gerar confusão.

Obs: você escreve muito bem, mas precisa rever alguns equívocos, principalmente quanto à repetição e ao conteúdo.

Não sou nenhum profissional, mas espero poder ajudar de alguma forma. Continue escrevendo, esse é o caminho para a evolução.

A saúde mental está erroneamente atr[…]

XxDamastco , valew mano sz

Sim, correta. No texto eu quis dizer que as pessoa[…]

De modo geral, e complementando o que já fo[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM