Avatar do usuário
Por lexlex
Quantidade de postagens
#113831
Importante nome na cultura educacional brasileira, o filósofo Paulo Freire defendia que “a educação não transforma o mundo. Educação muda as pessoas. As pessoas transformam o mundo”. Diante desse cenário, a violência escolar no Brasil não é um problema atual, essa vicissitude tornou-se contínua ao longo do século XXI.
Recentemente no Estado de São Paulo, um professor da rede de ensino público foi agredido por um dos seus em plena sala de aula. Segundo a Secretaria de Educação, medidas educativas seriam adotadas para o aluno, ao professor e aos demais envolvidos no caso. Convém ressaltar que parte dessas atitudes estão relacionadas com uma possível brincadeira de seus colegas, seja por desafios ou até mesmo por acharem radical. Ainda é possível informar que na maioria dos casos são agressões feitas por adolescentes entre os seus 14 à 18 anos.
Além disso, o alto nível de ataques verbais ou não verbais estão associadas ao não averiguamento nesses locais, em quase cem por cento dos ataques houveram descuidos da direção, coordenação e inspetoria das escolas. Outro fator contribuinte é a falta da presença da polícia militar e de profissionais especializados em psicologia.
Immanuel Kant, renomado filósofo alemão do século XVIII, em uma das suas falas diz que “o ser humano não é nada além daquilo que a educação faz dele”. As propostas de Kant e Freire possuem em comum uma grandiosa aposta na humanidade, no potencial humano de fazer-se melhor e construir por um mundo melhor. Logo, acreditavam que a deseducação não levaria a lugar nenhum e sim por meio da civilização.
Em virtude dos fatos mencionados, é mercê que o Ministério da Educação (MEC) crie, por meio de verbas governamentais, palestras socioeducativas e com a inclusão de técnicos da saúde, além de criar parcerias com o Ministério da Justiça e Segurança Pública, com o propósito de acabar episódios como esses nos colégios do brasileiros.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra excelente domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro. Desvios gramaticais ou de convenções da escrita, neste nível, são aceitos somente como excepcionalidade e quando não caracterizam reincidência.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente e apresenta bom domínio do texto dissertativo-argumentativo, com proposição, argumentação e conclusão. Embora ainda possa apresentar alguns problemas no desenvolvimento das ideias, o tema, em seu texto, é bem desenvolvido, com indícios de autoria e certa distância do senso comum demonstrando bom domínio do tipo textual exigido.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema, de forma organizada, com indícios de autoria, ou seja, os argumentos, embora ainda possam ser previsíveis, estão organizados e relacionados de forma consistente ao ponto de vista defendido e ao tema proposto, e há indícios de autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante articula as partes do texto com poucas inadequações e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 120

Você atingiu aproximadamente 60% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante elabora, de forma mediana, pouco consistente, proposta de intervenção relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto.

Avatar do usuário
Por OlrenBeat
Tempo de Registro Quantidade de postagens
#0
NOTA FINAL 860!
Olá! Sua redação apresenta uma boa estrutura dissertativa-argumentativa, com introdução, desenvolvimento e conclusão. No entanto, há alguns pontos que podem ser melhorados para atender aos critérios de correção do Enem.

Na introdução, você apresentou o tema da violência escolar no Brasil e trouxe um exemplo recente ocorrido em São Paulo. Além disso, utilizou duas citações de filósofos renomados para embasar sua argumentação. Entretanto, faltou a tese — ou seja, a sua posição sobre o assunto abordado.

No desenvolvimento do texto, você mencionou algumas causas da violência escolar no país: descuido das autoridades educacionais na averiguação dos casos; falta de presença policial nas escolas; e ausência de profissionais especializados em psicologia. É importante destacar que esses argumentos precisam estar mais bem fundamentados com dados estatísticos ou exemplos concretos para torná-los mais convincentes.

Além disso, é necessário relacionar os argumentos ao repertório sociocultural produtivo exigido pelo Enem. Por exemplo: como a violência escolar afeta a sociedade brasileira? Quais são as consequências desse problema para o futuro do país?

Por fim, na proposta de intervenção sugerida por você é importante detalhar melhor as medidas socioeducativas que devem ser adotadas pelo Ministério da Educação (MEC) em parceria com outros órgãos governamentais. Como seria essa palestra socioeducativa? Que técnicos da saúde seriam incluídos nessa iniciativa? Qual seria o papel do Ministério da Justiça e Segurança Pública nesse contexto?

Em resumo, sua redação apresenta uma boa estrutura e argumentos relevantes sobre a violência escolar no Brasil. No entanto, é necessário aprimorar alguns pontos para atender aos critérios de correção do Enem, como fundamentar melhor os argumentos com exemplos concretos e relacioná-los ao repertório sociocultural produtivo exigido pela prova. Além disso, é importante detalhar melhor as medidas socioeducativas propostas na conclusão.

O texto apresenta 12 desvios!
0
Avatar do usuário
Por OlrenBeat
Tempo de Registro Quantidade de postagens
#113890
NOTA FINAL 860!
Olá! Sua redação apresenta uma boa estrutura dissertativa-argumentativa, com introdução, desenvolvimento e conclusão. No entanto, há alguns pontos que podem ser melhorados para atender aos critérios de correção do Enem.

Na introdução, você apresentou o tema da violência escolar no Brasil e trouxe um exemplo recente ocorrido em São Paulo. Além disso, utilizou duas citações de filósofos renomados para embasar sua argumentação. Entretanto, faltou a tese — ou seja, a sua posição sobre o assunto abordado.

No desenvolvimento do texto, você mencionou algumas causas da violência escolar no país: descuido das autoridades educacionais na averiguação dos casos; falta de presença policial nas escolas; e ausência de profissionais especializados em psicologia. É importante destacar que esses argumentos precisam estar mais bem fundamentados com dados estatísticos ou exemplos concretos para torná-los mais convincentes.

Além disso, é necessário relacionar os argumentos ao repertório sociocultural produtivo exigido pelo Enem. Por exemplo: como a violência escolar afeta a sociedade brasileira? Quais são as consequências desse problema para o futuro do país?

Por fim, na proposta de intervenção sugerida por você é importante detalhar melhor as medidas socioeducativas que devem ser adotadas pelo Ministério da Educação (MEC) em parceria com outros órgãos governamentais. Como seria essa palestra socioeducativa? Que técnicos da saúde seriam incluídos nessa iniciativa? Qual seria o papel do Ministério da Justiça e Segurança Pública nesse contexto?

Em resumo, sua redação apresenta uma boa estrutura e argumentos relevantes sobre a violência escolar no Brasil. No entanto, é necessário aprimorar alguns pontos para atender aos critérios de correção do Enem, como fundamentar melhor os argumentos com exemplos concretos e relacioná-los ao repertório sociocultural produtivo exigido pela prova. Além disso, é importante detalhar melhor as medidas socioeducativas propostas na conclusão.

O texto apresenta 12 desvios!
0
Similar Topics
Tópicos Estatísticas Última mensagem
0 Respostas 
82 Exibições
por alebasim31
1 Respostas 
101 Exibições
por crissz
1 Respostas 
116 Exibições
por davidaraujo6
0 Respostas 
104 Exibições
por buttler000
0 Respostas 
32 Exibições
por Gabrielpf
0 Respostas 
62 Exibições
por DANIELYLIMA
0 Respostas 
75 Exibições
por kakazinha
0 Respostas 
78 Exibições
por Tad1
0 Respostas 
114 Exibições
por Tad1
Violência na escola
por Estrela23    - In: Outros temas
0 Respostas 
81 Exibições
por Estrela23

Crítico. Tolerante. Consciente. Esperan&cce[…]

Desde o período antigo, filósofos co[…]

O trabalho sempre foi alvo de uma suposta valoriza[…]

Como tudo no mundo, os recursos tecnológico[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM