Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos de "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
#46130
A obra "Velhice" da filósofa Simone de Beauvoir descreve um dos fenômenos mais cruéis da contemporaneidade: a invisibilidade da população senil. Sob essa ótica, no Brasil, o pensamento da intelectual é uma realidade que em consonância à negligência Estatal contrui para a persistência da marginalização do idoso na coletividade.
A "Violência Simbólica", foco de estudo do sociólogo Pierre Bordieu, corresponde a atos violentos que afetam as vítimas de formas indiretas e invisíveis. Nesse viés, é indubitável que os mais velhos são constantemente alvos de abandono e abusos, tanto físicos quanto psicológicos na sociedade hodierna.
Outrossim, o Estatuto do Idoso, em seu artigo 3°, garante aos anciãos uma série de direitos, tais como liberdade, respeito e segurança. No entanto, segundo o Portal G1, casos de crimes que os violam aumentam a cada ano. Nesse ínterim, é imperioso destacar que a falta de políticas públicas que coloquem esses direitos em prática, de forma efetiva, é o principal agravante para a continuidade do cenário ageísta no âmbito social brasileiro.
Infere-se, portanto, que ações mútuas são necessárias para intervir na problemática. Sendo assim, o Ministério da Família e dos Direitos Humanos deve investir em políticas públicas, a partir de verbas da União, com a finalidade de fiscalizar o tratamento recebido pelos mais velhos. Ademais, O Ministério da Educação, utilizando a Escola como mecanismo, deve trabalhar em palestras e campanhas de conscientização sobre a importância do respeito à vida do vetusto. Por fim, a Mídia deve inserir em sua programação, campanhas e debates construtivos e educativos acerca da valorização do sênior, com o intuito se instruir o corpo coletivo. Concretizando, a longo prazo, a ideia do filósofo Jean Jacques Rousseau em sua obra "Do Contrato social", de que o Poder Estatal e suas ramificações devem garantir o bem estar da sociedade.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra excelente domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro. Desvios gramaticais ou de convenções da escrita, neste nível, são aceitos somente como excepcionalidade e quando não caracterizam reincidência.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente e apresenta bom domínio do texto dissertativo-argumentativo, com proposição, argumentação e conclusão. Embora ainda possa apresentar alguns problemas no desenvolvimento das ideias, o tema, em seu texto, é bem desenvolvido, com indícios de autoria e certa distância do senso comum demonstrando bom domínio do tipo textual exigido.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema proposto, de forma consistente e organizada, configurando autoria, ou seja, os argumentos selecionados estão organizados e relacionados de forma consistente com o ponto de vista defendido e com o tema proposto, configurando-se independência de pensamento e autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante articula as partes do texto com poucas inadequações e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante elabora bem proposta de intervenção relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, articulada e abrangente, ainda que sem suficiente detalhamento.

#46353
@Alyssa, claro! :D

A obra "Velhice", da filósofa Simone de Beauvoir, [vírgulas] descreve um dos fenômenos mais cruéis da contemporaneidade: a invisibilidade da população senil. Sob essa ótica, no Brasil, o pensamento da intelectual é uma realidade, que em consonância à negligência Estatal, [vírgulas] contribui para a persistência da marginalização < creio que deveria usar outro termo] do idoso na coletividade.
* Mais atenção na pontuação e ortografia
* Não apresentou bem a sua tese


[faltou conectivo] [faltou chamar o argumento aqui] A "Violência Simbólica", foco de estudo do sociólogo Pierre Bordieu, corresponde a atos violentos que afetam as vítimas de formas indiretas e invisíveis. Nesse viés, é indubitável que os mais velhos são constantemente alvos de abandono e abusos, tanto físicos quanto psicológicos na sociedade hodierna.
* Sugiro estudar a estrutura do desenvolvimento: faltou chamar o argumento e arrematar a tese

Outrossim, o Estatuto do Idoso, em seu artigo 3°, garante aos anciãos uma série de direitos, tais como liberdade, respeito e segurança. No entanto, segundo o Portal G1, casos de crimes que os violam aumentam a cada ano. Nesse ínterim, é imperioso destacar que a falta de políticas públicas que coloquem esses direitos em prática, de forma efetiva, é o principal agravante para a continuidade do cenário ageísta < nem sei se existe essa palavra] no âmbito social brasileiro.
* Faltou arrematação

Infere-se, portanto, que ações mútuas são necessárias para intervir na problemática. Sendo assim, o Ministério da Família e dos Direitos Humanos deve investir em políticas públicas, a partir de verbas da União, com a finalidade de fiscalizar o tratamento recebido pelos mais velhos. Ademais, O Ministério da Educação, utilizando [evite gerúndio] a escola como mecanismo, deve trabalhar em palestras e campanhas de conscientização sobre a importância do respeito à vida do vetusto. Por fim, a Mídia deve inserir em sua programação, campanhas e debates construtivos e educativos acerca da valorização do sênior, com o intuito se instruir o corpo coletivo. Concretizando, a longo prazo, a ideia do filósofo Jean Jacques Rousseau em sua obra "Do Contrato social", de que o Poder Estatal e suas ramificações devem garantir o bem estar da sociedade.
* Ficou uma intervenção grande, dá para resumir. Uma solução completa já basta. Deixou a conclusão confusa
* A 1ª ação faltou o detalhamento. A 2ª ação faltou a finalidade. Acho que só a 3ª ação que está completa
* Não traga coisas novas na conclusão, esse parágrafo é um resumo do que você já disse. Só pode retomar a algo que disse antes, no lugar do Rousseau deveria retomar a filósofa simone, o sociólogo pierre ou o estatuto do idoso


Espero ter ajudado! ;)

@GlendaMorais obrigada!💓

Muito obrigado pela correção! :D

Depressão. Ansiedade. Anorexia. São […]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM