Avatar do usuário
Por cecimcostaa
Quantidade de postagens
#113866
Segundo o filósofo Luiz Felipe Pondé, o mundo é mau pois é fruto do comportamento humano e este possui tais pressupostos. Esse pensamento fica evidente quando a referência é a violência contra a pessoa idosa no Brasil. Sob essa conjectura, as razões motivadoras como a ineficácia estatal e a desatenção social devem ser mudadas sem morosidade.
Mormente, deve-se valer que o reconhecimento do problema da violência contra o idoso na contemporaneidade brasileira é uma concepção existente pela ineficácia governamental. O art 5 da Constituição Federal prevê a inviolabilidade dos direitos fundamentais do cidadão, como o direito à vida e à segurança. Entretanto, a ineficiência do Estado em garantir tais direitos fica evidente perante a análise do contexto persistente da violência contra a pessoa idosa no Brasil.
Além disso, outro fator que corrobora com a continuidade da violência contra a pessoa idosa no país é a desatenção social. O sociólogo polonês Zygmunt Bauman caracteriza as relações sociais hodiernas como frágeis e rasas, em seu conceito de “modernidade líquida”. Diante do exposto, pode-se associar a liquidez nas relações com a desatenção social, e, portanto, relacioná-las à perpetuação do cenário de violência contra idosos no Brasil.
Infere-se, portanto, que mudanças devem ser feitas para combater a violência contra a pessoa idosa no Brasil. Para tanto, o Governo Federal deve implementar leis, por meio de políticas públicas, afim de diminuir os casos de violência contra idosos, leis essas que tragam segurança ao idoso, ofereçam viabilidade e facilidade no ato de denunciar e, principalmente, que garantam a punição devida aos agressores. Junto a isso, os meios de comunicação devem auxiliar nesse combate através de campanhas e propagandas, com o intuito de sensibilizar a sociedade acerca desse assunto. Dessa forma, o país irá contra os conceitos desenvolvidos por Pondé e Bauman.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra bom domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro, com poucos desvios gramaticais e de convenções da escrita, ou seja, apresenta um texto com boa estrutura sintática, com poucos desvios de pontuação, de grafia e de emprego do registro exigido.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente, a partir de um repertório sociocultural produtivo e apresenta excelente domínio do texto dissertativo-argumentativo, ou seja, em seu texto, o tema é desenvolvido de modo consistente e autoral, por meio do acesso a outras áreas do conhecimento, com progressão fluente e articulada ao projeto do texto.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 120

Você atingiu aproximadamente 60% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema, mas limitados aos argumentos dos textos motivadores e pouco organizados, ou seja, os argumentos estão pouco articulados, além de relacionados de forma pouco consistente ao ponto de vista defendido.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 140

Você atingiu aproximadamente 70% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante articula as partes do texto com poucas inadequações e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 180

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante elabora excelente proposta de intervenção, detalhada, relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto. Trata-se de redação cuja proposta de intervenção seja muito bem elaborada, relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, abrangente e bem detalhada.

Avatar do usuário
Por gabrielwyc
Quantidade de postagens
#114123
Segundo o filósofo Luiz Felipe Pondé, o mundo é mau (falta vírgula) pois é fruto do comportamento humano e este possui tais pressupostos. Esse pensamento fica evidente quando a referência é a violência contra a pessoa idosa no Brasil. Sob essa conjectura, as razões motivadoras como a ineficácia estatal e a desatenção social devem ser mudadas sem morosidade.
Mormente, deve-se valer que o reconhecimento do problema da violência contra o idoso na contemporaneidade brasileira é uma concepção existente pela ineficácia governamental. O art - falta ponto se é uma palavra abreviada. 5 da Constituição Federal prevê a inviolabilidade dos direitos fundamentais do cidadão, como o direito à vida e à segurança. Entretanto, a ineficiência do Estado em garantir tais direitos fica evidente perante a análise do contexto persistente da violência contra a pessoa idosa no Brasil.
Além disso, outro fator que corrobora com a continuidade da violência contra a pessoa idosa no país é a desatenção social. O sociólogo polonês Zygmunt Bauman caracteriza as relações sociais hodiernas como frágeis e rasas, em seu conceito de “modernidade líquida”. Diante do exposto, pode-se associar a liquidez nas relações com a desatenção social, e, portanto, relacioná-las à perpetuação do cenário de violência contra idosos no Brasil.
Infere-se, portanto, que mudanças devem ser feitas para combater a violência contra a pessoa idosa no Brasil. Para tanto, o Governo Federal deve implementar leis, “por meio de” *expressão prolixa* políticas públicas, afim de diminuir os casos de violência contra idosos, leis essas que tragam segurança ao idoso, ofereçam viabilidade e facilidade no ato de denunciar e, principalmente, que garantam a punição devida aos agressores. Junto a isso, os meios de comunicação devem auxiliar nesse combate através de campanhas e propagandas, com o intuito de sensibilizar a sociedade acerca desse assunto. Dessa forma, o país irá contra os conceitos desenvolvidos por Pondé e Bauman.
1
Similar Topics
Tópicos Estatísticas Última mensagem
7 Respostas 
309 Exibições
por EllenAdNaCo
0 Respostas 
62 Exibições
por skuvusgsfs
0 Respostas 
115 Exibições
por josebarros
0 Respostas 
267 Exibições
por liriell
1 Respostas 
91 Exibições
por anaclaraca04
3 Respostas 
161 Exibições
por Luanmoon17
4 Respostas 
144 Exibições
por Lari987
0 Respostas 
53 Exibições
por Victor014
4 Respostas 
226 Exibições
por remy25
0 Respostas 
61 Exibições
por k3ll4

O filme Pequena Miss Sunshine levanta uma critica […]

"O saber fornece meios para alterar o pan[…]

JoaoPedro72 Wesley529 Ana20rosa isas522 […]

A declaração Universal dos direitos […]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM