Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos como "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
#60932
Em: "O cortiço", obra literária de Aluísio Azevedo, é relatado sobre o processo de urbanização do governo no Rio de Janeiro que buscou modificar a cultura carioca, fomentando elementos europeias em contraponto às manifestações negras. De maneira análoga, percebe-se que a desvalorização da cultura nacional ainda é predominante. Isso se deve principalmente pelo descaso governamental e, ainda, pelo estigma de superioridade.
Primordialmente, é imprescindível ressaltar como a carência de medidas públicas contribui para a problemática. Isso porque, pouca verba é destinada pelo Estado à manutenção de patrimônios culturais como o museu nacional, jardim botânico e a biblioteca nacional - construídos durante à chegada da família real portuguesa ao Brasil. Ainda nessa época, houve um grande desenvolvimento da arte e da ciência, pois, a corte trouxe artísticas para fazerem pinturas regionais e pessoas para estudarem nossa fauna e flora, o que contribuiu para terem contato com a nossa cultura.
Por outro lado, nos séculos XIX e XX, o samba e a capoeira eram criminalizados por simbolizarem revolta escravista e vadiagem. Nesse contexto, as autoridades buscavam conter a evolução dessas manifestações enquadrando sambistas não somente por posse de instrumentos musicais, mas também quando tinham calos nos dedos ou eram flagrados em rodas de capoeira. A criminalização perdurou até a presidência de Getúlio Vargas, que passou a valorizar elementos da cultura brasileira para reforçar o nacionalismo, uma de suas bandeiras.
Portanto, medidas exequíveis são necessárias para superar a valorização da cultura nacional. Para isso, urge que o poder público destine verbas para a manutenção dos patrimônios culturais, através do investimento no IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional). Ademais, cabe ao Ministério da Educação em conjunto com as escolas, promover a integração da cultura brasileira através de palestras e seminários visando a importância de respeitar e valorizar a pluralidade cultural.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 170

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra excelente domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro. Desvios gramaticais ou de convenções da escrita, neste nível, são aceitos somente como excepcionalidade e quando não caracterizam reincidência.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 170

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente, a partir de um repertório sociocultural produtivo e apresenta excelente domínio do texto dissertativo-argumentativo, ou seja, em seu texto, o tema é desenvolvido de modo consistente e autoral, por meio do acesso a outras áreas do conhecimento, com progressão fluente e articulada ao projeto do texto.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 180

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema proposto, de forma consistente e organizada, configurando autoria, ou seja, os argumentos selecionados estão organizados e relacionados de forma consistente com o ponto de vista defendido e com o tema proposto, configurando-se independência de pensamento e autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante articula bem as ideias, os argumentos, as partes do texto e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos, sem inadequações.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 185

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante elabora excelente proposta de intervenção, detalhada, relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto. Trata-se de redação cuja proposta de intervenção seja muito bem elaborada, relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, abrangente e bem detalhada.

#61130
@spillerm,olá, boa-noite! posso corrigir sim.

Em (Não é necessário o uso dos dois pontos aqui, pois você já fez uso das aspas)"O Cortiço", obra literária de Aluísio Azevedo, é relatado sobre o processo de urbanização por parte do governo do Rio de Janeiro que buscou modificar a cultura carioca, fomentando elementos europeus(Atente-se à concordância) em contraponto às manifestações negras. De maneira análoga, percebe-se que a desvalorização da cultura nacional ainda é predominante, e isso se deve principalmente pelo descaso governamental e, ainda, pelo estigma de superioridade.

Primordialmente, é imprescindível ressaltar como a carência de medidas públicas contribui para a problemática. Isso porque pouca verba é destinada pelo Estado à manutenção de patrimônios culturais como o Museu Nacional, Jardim Botânico e a Biblioteca Nacional - construídos durante a chegada da família real portuguesa ao Brasil. Ainda nessa época, houve um grande desenvolvimento da arte e da ciência, pois, a corte trouxe artísticas para fazerem pinturas regionais e pessoas para estudarem nossa fauna e flora, o que contribuiu para terem contato com a nossa cultura.(Você inicia bem o parágrafo. Mas aqui insere um fato que não tem muita ligação com a problemática em sim - o descaso com a cultura e patrimônio nacionais - e ainda deixa essa ponta solta, sem a argumentação necessária)

Por outro lado, nos séculos XIX e XX, o samba e a capoeira eram criminalizados por simbolizarem revolta escravista e vadiagem. Nesse contexto, as autoridades buscavam conter a evolução dessas manifestações enquadrando sambistas não somente por posse de instrumentos musicais, mas também quando tinham calos nos dedos ou eram flagrados em rodas de capoeira. A criminalização perdurou até a presidência de Getúlio Vargas, que passou a valorizar elementos da cultura brasileira para reforçar o nacionalismo, uma de suas bandeiras.(Parágrafo meramente expositivo, você não discute nada aqui, apenas insere a história por trás das manifestações artísticas citadas e como esse cenário se modificou em governos posteriores. O fator que você cita na tese é o perduro do estigma. Então, discuta em cima disso, como por exemplo, "por que o Brasil possui uma cultura de raízes segregacionistas e estigmatizadas? por que esse fato perpetua depois de várias décadas? por que não há valorização, por parte da sociedade, das inúmeras culturas que constituem o país?". São questionamentos que você pode trazer ao texto e discuti-los. )

Portanto, medidas exequíveis são necessárias para superar(Atente-se ao sentido dos vocábulos empregados. Se o intuito é superar, então devemos superar o problema, e não a solução, que é a valorização da cultural nacional) a desvalorização da cultura nacional. Para isso, urge que o Poder Público destine verbas para a manutenção dos patrimônios culturais, por meio do investimento no IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional)(Aqui só faltou inserir a finalidade da ação). Ademais, cabe ao Ministério da Educação, em conjunto com as escolas, promover a integração da cultura brasileira por intermédio(Fiz essa modificação nos dois agentes da intervenção, pois o "através" é visto como informal na maioria das vezes) de palestras e de(Atente-se paralelismo) seminários visando a importância de respeitar e valorizar a pluralidade cultural.(No segundo agente, você obedeceu aos critérios)

COMENTÁRIO: O seu texto está bem estruturado, está coeso. Mantenha o foco nos desvios gramaticais e na discussão dos parágrafos
2 e 3. Sempre fique atento aos fatores que você evidenciou na tese para ter certeza que discutiu eles da forma correta nos parágrafos de desenvolvimento. Em relação á intervenção, gostaria de fazer duas sugestões, mas são apenas dicas, não são erros seus. Primeiro, não é obrigatório, mas é aprazível, você realizar a conclusão do texto, fazendo uma retomada, de preferência, com a introdução, para estabelecer um contraponto. Segundo, seria bom, se você for utilizar dois agentes na intervenção que sejam de áreas diferentes, já que no texto você pôs os dois do âmbito governamental, só que lembrando, e aí você colocaria a união do Poder Público com o Ministério da Educação - que seria melhor se fosse a Escola no segundo agente -, porém lembrando que é apenas uma sugestão, você não está errado na sua construção.

dudaramos1 , por nada, precisando estamos aqui! 😘

Certo Parcialmente certo Errado Ausên[…]

3m1ly , muito obrigado 😊

Segundo Émile Durkheim “nosso ego&iac[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM