• Avatar do usuário
#63478
A tecnologia trouxe grandes avanços e desafios para a sociedade tendo como principal objetivo simplificar o cotidiano de cada indivíduo. Porém, de acordo com o IBGE, 14,4% milhões de pessoas sofrem com o desemprego, por conta do descaso do governo com a educação atual, que vem gerando transtornos para as pessoas inativas dos seus postos. Com as máquinas atuando em grandes empresas, fábricas e depósitos, maiores qualificações estão sendo requeridas.
Numa primeira análise, deve-se ressaltar a ausência de medidas governamentais para combater o desemprego por conta do avanço desenfreado da tecnologia. Neste sentido, a substituição de homens pelas máquinas vem causando a destituição de números significativos de brasileiros. De acordo com o Fórum Econômico Mundial, sete milhões de empregos serão extintos até o ano de 2021. Uma vez que, a mesma situação foi praticada na primeira Revolução Industrial, em que os homens tiveram que sair da sua zona de conforto e terem que obter novos conhecimentos para conseguir sobreviver em meio às máquinas.
Nesta conjuntura, seguindo os pensamentos do filósofo contratualista John Locke, configura-se como uma violação do "contrato social" pelo Estado, pois o mesmo não cumpre sua função de garantir que os cidadãos desfrutem de direitos essenciais, e assim, tendo dificuldades de ter acesso a uma boa educação, que infelizmente não é disponível para todos, desta maneira, gera complicações numa melhor qualificação trabalhista.
Portanto, são necessárias medidas para resolver estes impasses. Ademais, para que o problema do desemprego seja reduzido, é necessário que o Ministério da Educação disponibilize maiores verbas para escolas e faculdades, tanto para a base, que é o ensino Fundamental até a graduação dessas pessoas. Consequentemente, disponibilizando melhores estruturas, melhorando o nível da educação, também proporcionando acesso a internet e computadores para um melhor ensino. Espera-se que com esta medida, a ocupação de cargos e a tecnologia possam evoluir juntas.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

hel0oooo , Siiiiim você lembrou kkkkkkkkkkk[…]

Ei , Dante ! legenda: (substituiç&[…]

cassiahso , nossa...MUITO OBRIGADAAA❤❤❤❤❤

tuliofn ooii poderia corrigir pra mim por favor[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM