Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos de "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
#49012
A Constituição Federal de 1988, documento jurídico mais importante do país, prevê em seu Artigo 6º, o direito a saúde, mas esta garantia é ignorada por muitos. Neste contexto, isto ocorre devido a negligência de não irem à busca das informações sobre suas doenças e como tratá-las. Dessa forma, os homens tem uma dificuldade de procurar atendimento médico, devido sua masculinidade, como também não sabem das consequências das mazelas causadas devido não procurar tratamento.


Em primeiro lugar, é indispensável ressaltar as pessoas do sexo masculino têm dificuldades em procurar um médico. Segundo uma pesquisa do Centro de Referencia em Saúde do Homem de São Paulo comprova que 70% dos indivíduos machos procuram um consultório médico por influência dos parentes. Neste viés, muitos deles já chegam a procura de tratamento com algumas enfermidades alojadas no corpo. Destarte, esses seres humanos estão em perigo e precisam de mais informações e ir a busca de um tratamento, pois eles poderão mudar essa mente medíocre e esse pensamento masculino precisa mudar.


Em segundo plano, urge apontar que a falta de informações sobre o não tratar do sujeito, prejudica sua robustez. Sob esta perspectiva, de acordo com uma pesquisa publicada no portal Saúde, as doenças é decorrência das escolhas e hábitos. Dessa maneira, os homens não levam a sério e são os que menos procuram consultas médicas. Assim, cabe aos órgãos responsáveis pela vitalidade do homem, alertá-lo sobre as consequências de suas enfermidades, por ignorarem o atendimento de um profissional, mas para isso acontecer e mudar esse quadro, todos precisam fazer sua parte.


Logo, para resolver a problemática da busca do vigor da pessoa, medidas são necessárias. Portanto, o Ministério da Saúde, o qual é responsável pelo bem-estar da sociedade, deve criar um programa, por nome “PREVENSÃO MASCULINA”, e inserir junto aos programas do Sistema Único de Saúde (SUS) com destino a atender aos homens, por meio da disponibilização de recursos por parte do Governo Federal, com o intuito de informá-lo e as tratarem os enfermos. Afinal, será admissível reduzir as mortes masculinas, e, tornar-se-á possível a construção de uma sociedade mediada pela efetivação dos elementos listado na carta constitucional.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

A doença do século 21 Atualmente no […]

Oi, tudo bom? Estou terminando uma correç&[…]

AhNaoAna muito obrigada!! gostei mto de sua corr[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM