Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos de "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
#54717
A saga da indiferença com o diferente
Na alegoria da caverna, de Platão, os personagens passam a vida acorrentados em uma gruta, vivendo o medo em um lugar que os faz reféns, até que um deles é libertado e vive o conflito de sair ou permanecer ali. Certamente, se soubesse o caos dos dias de hoje, pensaria duas vezes. É essa a realidade de milhares de refugiados, que fogem do seu país e enfrentam, além dos riscos nas fronteiras, a xenofobia. Em tempo de constante intercâmbio de produtos, pessoas e informações, até quando isso vai acontecer?
Não raramente os meios de comunicação noticiam as tragédias com imigrantes nas travessias. Também nos centros urbanos de grandes e médias cidades, lá estão eles a implorar alimento e oportunidade. Como no êxodo rural, eles também são forçados a buscar espaço nas periferias e enfrentar o abandono social. A tudo isso, soma-se o preconceito, a tentar inferiorizar e ridicularizar seus costumes, crenças e origem, a negar o direito à dignidade e a uma vida melhor.
Em um mundo tão globalizado, no qual admira-se o slogan das distâncias que foram superadas, há o avesso. Impera a incoerência refletida em xenofobia. É a distância como sinônimo de indiferença e desigualdade, contrárias entre si, morfologicamente. É o ser acolhido bem enquanto turista, mas que é ameaça para a paz e a economia enquanto pobre e refugiado. A empatia, por vezes pregada, é aplicada com critério de procedência e processada de acordo com o capitalismo tóxico que rege o globo.
Em síntese, os emigrados vivem o medo na fuga e também na nova vida que assumem. Com isso, faz-se indispensável prover vida digna a eles, incentivando o respeito na prática. Tem-se que estimular, nas escolas, a valorização das diferentes culturas e origens. Aos governos cabe implementar políticas públicas de acolhimento, por meio de centros de moradia coletiva e cooperativa, aliando-se a organizações que já fazem o papel de oferecer oficinas e curso de idioma, para ajudar esses refugiados no período de estabelecimento. Afinal, somos todos habitantes de um mesmo planeta, marcado pela diversidade, suplicante pelo respeito.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 100

Você atingiu aproximadamente 50% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra domínio mediano da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro, com alguns desvios gramaticais e de convenções da escrita, ou seja, apresenta um texto com estrutura sintática mediana para o grau de escolaridade exigido, porém com alguns desvios morfossintáticos, de pontuação, de grafia ou de emprego do registro adequado ao tipo textual.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 140

Você atingiu aproximadamente 70% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente e apresenta bom domínio do texto dissertativo-argumentativo, com proposição, argumentação e conclusão. Embora ainda possa apresentar alguns problemas no desenvolvimento das ideias, o tema, em seu texto, é bem desenvolvido, com indícios de autoria e certa distância do senso comum demonstrando bom domínio do tipo textual exigido.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 100

Você atingiu aproximadamente 50% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema, mas limitados aos argumentos dos textos motivadores e pouco organizados, ou seja, os argumentos estão pouco articulados, além de relacionados de forma pouco consistente ao ponto de vista defendido.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 100

Você atingiu aproximadamente 50% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante articula de forma mediana as partes do texto com inadequações ou alguns desvios e apresenta repertório pouco diversificado de recursos coesivos.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 180

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante elabora excelente proposta de intervenção, detalhada, relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto. Trata-se de redação cuja proposta de intervenção seja muito bem elaborada, relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, abrangente e bem detalhada.

#55190
A saga da indiferença com o diferente [não é obrigatório título no enem, recomenda-se não ter para economizar linhas]

No livro "Alegoria da Caverna" [especificar o objeto de citação e usar aspas no título da obra], de Platão, os personagens passam a vida acorrentados em uma gruta, vivendo o medo em um lugar que os faz reféns, até que um deles é libertado e vive o conflito de sair ou permanecer ali. Certamente, se soubesse o caos dos dias de hoje [prefira por: atualmente], pensaria duas vezes < você se refere a platão ou os personagens? precisa se expressar melhor]. [faltou conectivo] É essa a realidade de milhares de refugiados, que fogem do seu país e enfrentam, além dos riscos nas fronteiras, a xenofobia. [faltou conectivo] Em tempo de constante intercâmbio de produtos, pessoas e informações, até quando isso vai acontecer? < cuidado com perguntas na redação, precisa ser respondida imediatamente]

[faltou conectivo] Não raramente os meios de comunicação noticiam as tragédias com imigrantes nas travessias. Também nos centros urbanos de grandes e médias cidades, lá estão eles a implorar alimento e oportunidade. [faltou conectivo] Como no êxodo rural, eles também são forçados a buscar espaço nas periferias e enfrentar o abandono social. A tudo isso, soma-se o preconceito, a tentar inferiorizar e ridicularizar seus costumes, crenças e origem, a negar o direito à dignidade e a uma vida melhor.
* Falta comprovar o que se fala com dados ou citação, fuja do senso comum
* Desenvolvimento: chamar o argumento + repertório (dados ou citação) + argumentação + arrematação


[faltou conectivo] Em um mundo tão globalizado, no qual admira-se o slogan das distâncias que foram superadas, há o avesso. [faltou conectivo] Impera a incoerência refletida em xenofobia. [faltou conectivo] É a distância como sinônimo de indiferença e desigualdade, contrárias entre si, morfologicamente. [faltou conectivo] É o ser acolhido bem enquanto turista, mas que é ameaça para a paz e a economia enquanto pobre e refugiado. [faltou conectivo] A empatia, por vezes pregada, é aplicada com critério de procedência e processada de acordo com o capitalismo tóxico que rege o globo.
* Não está fazendo o uso de conectivos e também não está comprovando o que se fala

[faltou conectivo] Em síntese, os emigrados vivem o medo na fuga e também na nova vida que assumem. Com isso, faz-se indispensável prover vida digna a eles, incentivando o respeito na prática. [faltou conectivo] Tem-se que estimular, nas escolas, a valorização das diferentes culturas e origens. [faltou conectivo] Aos governos [Ao Governo Federal] cabe implementar políticas públicas de acolhimento, por meio de centros de moradia coletiva e cooperativa, aliando-se a organizações que já fazem o papel de oferecer oficinas e cursos de idioma, para ajudar esses refugiados no período de estabelecimento. Afinal, somos [não pode usar 1ª pessoa] todos habitantes de um mesmo planeta, marcado pela diversidade, suplicante pelo respeito.

Espero ter ajudado! :D

Na Grécia antiga, o mundo se deparou com a […]

No artigo 5º da Constituição af[…]

É notório, que as cidades brasileira[…]

GlendaMorais oi, poderia dar uma olhada?

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM