• Avatar do usuário
#81928
Na série “Big Little Lies”, a personagem Celeste vive um verdadeiro terror em sua casa por conta de seu marido abusivo, que a controla e chantageia a pensar que tudo de errado é sua culpa. Fora da ficção, a realidade não se mostra muito diferente, já que essa espécie de abuso é algo extremamente comum na contemporaneidade. À vista disso, faz-se inadiável um debate sobre as principais causas da problemática: a cultura do machismo e o silenciamento.
Em primeiro lugar, convém enfatizar como o ideal do machismo tem influência nesse empecilho. Segundo a ONU, 3 em cada 5 mulheres já sofreram desse tipo de violência, fazendo delas as maiores vítimas. Isso se dá pela construção da objetificação e submissão da mulher, fazendo que com elas aceitem a situação que vivem pelo simples fato de que acham correto, algo que vem desde o surgimento da igreja católica. Logo, se não houver uma conscientização, o óbice irá perdurar na sociedade.
Além disso, é importante destacar como os casos dessa crueldade são omitidos. A socióloga Hannah Arendt, defende a ideia que “Quando uma atitude agressiva ocorre constantemente, as pessoas param de vê-la como errada”. Nesse sentido, percebe-se uma lacuna, explicitada pela falta de um debate massivo em torno do problema. As ocorrências desse exemplo de agressão nem sempre são relatadas ou expostas à sociedade, mesmo acontecendo inúmeras vezes por dia, fazendo com que se torne algo tão normal e trivial que nem mesmo é dada a devida importância. Isso só caba por agravar a questão.
Portanto, é evidente que tais entraves precisam ser solucionados. Por isso, é imprescindível que o Ministério da Segurança, em parceria com a Secretaria dos Direitos Humanos, devem desenvolver palestras, campanhas e entrevistas com especialistas e vítimas que foram acometidas por esse problema, por meio da mídia, grande espaço de comunicação, com objetivo de trazer à tona esse assunto e, com isso, erradicar esse obstáculo.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Mylike , Jotaveh , marimoon , larissa0205 , […]

A invisibilidade dos "cidadãos"

A invisibilidade decorrente da falta de registro c[…]

Para começar sua redação, &ea[…]

Certo, muito obrigada!! Por nada!

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM