• Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
#76966
A Declaração Universal dos Direitos Humanos, assegura à todos os indivíduos o direito ao bem-estar social. Porém, tal garantia não se faz realidade, visto que os povos brasileiros estão colocando em risco os direitos dos índios. Nesse sentido, observa-se um delicado problema que tem como causas o silenciamento e a ineficiência governamental.
Dessa forma, em primeira análise, a falta de informação é um desafio presente um problema. Djamila Ribeiro explica que é preciso tirar uma situação da invisibilidade para que soluções sejam promovidas. No entanto, nãoestá sendo dialogado sobre os índios no Brasil, fazendo assim, os brasileiros não respeitarem os direitos deles.
Em paralelo, a ineficácia governamental é um entrave presente nesse cenário. Para Thomas Hobbes, o estado é responsável por garantir o bem-estar dos cidadãos. Entretanto, tal responsabilidade foi ignorada, visto que o governo não está tomando atitudes que mudem essa situação.
Portanto, é indispensável intervir sobre o problema. Para isso, cabe ao Governo Federal realizar palestras nas escolas, além de propagandas através das emissoras de televisão, por meio da destinação de verbas governamentais, tais ações seriam ministradas por índios do Brasil, onde falariam a importância da etnia indígena, a fim de diminuir a problemática presente no território brasileiro. Desse modo, será possível tornar os preceitos da Declaração Universal uma realidade mais próxima.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra bom domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro, com poucos desvios gramaticais e de convenções da escrita, ou seja, apresenta um texto com boa estrutura sintática, com poucos desvios de pontuação, de grafia e de emprego do registro exigido.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente, a partir de um repertório sociocultural produtivo e apresenta excelente domínio do texto dissertativo-argumentativo, ou seja, em seu texto, o tema é desenvolvido de modo consistente e autoral, por meio do acesso a outras áreas do conhecimento, com progressão fluente e articulada ao projeto do texto.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 120

Você atingiu aproximadamente 60% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema, mas limitados aos argumentos dos textos motivadores e pouco organizados, ou seja, os argumentos estão pouco articulados, além de relacionados de forma pouco consistente ao ponto de vista defendido.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante articula bem as ideias, os argumentos, as partes do texto e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos, sem inadequações.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante elabora bem proposta de intervenção relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, articulada e abrangente, ainda que sem suficiente detalhamento.

#76967
Carmo escreveu:A Declaração Universal dos Direitos Humanos, assegura à todos os indivíduos o direito ao bem-estar social. Porém, tal garantia não se faz realidade, visto que os povos brasileiros estão colocando em risco os direitos dos índios. Nesse sentido, observa-se um delicado problema que tem como causas o silenciamento e a ineficiência governamental.
Dessa forma, em primeira análise, a falta de informação é um desafio presente um problema. Djamila Ribeiro explica que é preciso tirar uma situação da invisibilidade para que soluções sejam promovidas. No entanto, nãoestá sendo dialogado sobre os índios no Brasil, fazendo assim, os brasileiros não respeitarem os direitos deles.
Em paralelo, a ineficácia governamental é um entrave presente nesse cenário. Para Thomas Hobbes, o estado é responsável por garantir o bem-estar dos cidadãos. Entretanto, tal responsabilidade foi ignorada, visto que o governo não está tomando atitudes que mudem essa situação.
Portanto, é indispensável intervir sobre o problema. Para isso, cabe ao Governo Federal realizar palestras nas escolas, além de propagandas através das emissoras de televisão, por meio da destinação de verbas governamentais, tais ações seriam ministradas por índios do Brasil, onde falariam a importância da etnia indígena, a fim de diminuir a problemática presente no território brasileiro. Desse modo, será possível tornar os preceitos da Declaração Universal uma realidade mais próxima.
#76974
Faltou mais autoria.
Sua introdução está ótima, seu desenvolvimento começa bem, mas daí vc vai se perdendo na argumentação, tenta argumentar mais.
Creio que não é necessário colocar "Dese modo, em primeiro lugar" deixa só o desse modo mesmo

Deivid16 3m1ly Willa Quem puder corrigir ess[…]

A Constituição Federal de 1988 asseg[…]

Eraldonunes , Davila pode corrigir pfv EuDavi[…]

EmillyySilva , oii, muito obrigada mesmo Adorei […]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM