Avatar do usuário
Por Gustavo1210
Quantidade de postagens
#122752
A arte representa, de forma materializada, a cultura e as vivências de determinado povo em determinada época. Nesse sentido, as séries televisivas, uma vez que são classificadas como uma produção artística, possibilitam a compreensão da realidade do período em que foram produzidas e lançadas. Diante do exposto, é válido afirmar que a série "Grey’s Anatomy", presente no serviço de streaming Netflix, ao narrar, em um de seus episódios, a história de uma mulher que foi abandonada pela família em um hospital devido à sua idade avançada, retrata um problema muito presente na contemporaneidade, inclusive, no Brasil: o etarismo, ou seja, o preconceito contra os idosos. Nesse panorama, torna-se crucial analisar as causas desse revés, dentre as quais se destacam uma mentalidade capitalista e uma insuficiência legislativa.
Diante desse cenário, é válido retomar o aspecto supracitado quanto à mentalidade capitalista presente na problemática em questão. Isso porque, em um sistema movido pela incessante busca pelo lucro — o sistema político-econômico neoliberal difundido no século XXI —, o valor dos indivíduos está diretamente ligado à sua capacidade de contribuir para o desenvolvimento econômico da nação. Nessa lógica, à medida que esse pensamento se enraíza na mentalidade da população brasileira, os idosos passam a ser, infelizmente, vistos como um fardo, uma vez que, por serem frequentemente associados ao conceito de aposentadoria (período no qual o trabalhador se afasta do serviço ativo), cria-se a ideia de que eles não contribuem para o desenvolvimento do país. Nesse sentido, pode-se inferir que a sociedade brasileira ainda não entendeu o apontamento feito pela escritora nigeriana Chimamanda Adichie, pois, embora ela já tenha dito que a rotulação das pessoas através de certas características físicas marcantes seja responsável pela criação de histórias únicas que não representam a realidade, os idosos brasileiros ainda são rotulados, negativamente, com base em sua idade, aumentando o preconceito da população para com eles.
Cabe analisar, ainda, a insuficiência legislativa como outra peça-chave para esse problema. Isso ocorre, porque, embora o Código Penal brasileiro defina o etarismo como um crime, sendo, dessa forma, um ato cabível de pena, a naturalização desse tipo de preconceito no corpo social brasileiro – comumente observado em falas do tipo, “você é muito velho para fazer isso” ou “você parece muito novo para sua idade” – faz com que muitas vítimas não denunciem o ocorrido, o que configura-se como uma chaga que impossibilita a efetivação de tal prerrogativa. Em consonância com essa tese, o filósofo Maquiavel já expôs, desde o século XVI, que mesmo as leis bem ordenadas são impotentes diante dos costumes, constatando como a existência de uma lei, apesar de ser um passo importante no combate a determinado problema, de nada adianta sem uma plena reformulação dos valores e preceitos daquela sociedade.
Fica nítido, portanto, o quão urgente é a resolução desse panorama. Para tanto, o Estado - órgão de maior relevância no âmbito nacional - deve, por meio do Ministério da Educação, desenvolver palestras que abordem a problemática em questão, expondo qualidades frequentemente ofuscadas pelo preconceito, como a experiência e a sabedoria que pode vir com a velhice, a fim de transformar a mentalidade da sociedade em relação aos idosos. Essas palestras deverão ocorrer em todas as escolas nacionais, abrangendo desde o ensino fundamental até o ensino superior, para que, desde cedo, a população aprenda a respeitar e valorizar os mais velhos. Assim, espera-se que a realidade retratada na série “Grey 's Anatomy” deixe de ser um reflexo da sociedade brasileira no que tange ao tratamento dado aos idosos.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Similar Topics
Tópicos Estatísticas Última mensagem
A QUESTÃO DO ETARISMO NA SOCIEDADE BRASILEIRA
por MARIA02X    - In: Outros temas
0 Respostas 
112 Exibições
por MARIA02X
0 Respostas 
88 Exibições
por agathafaguns
0 Respostas 
661 Exibições
por Rahessa
4 Respostas 
295 Exibições
por Eli79
3 Respostas 
734 Exibições
por Mylike
Etarismo na sociedade brasileira
por lyzis    - In: Outros temas
4 Respostas 
139 Exibições
por lyzis
ETARISMO NA SOCIEDADE BRASILEIRA
por julia1322    - In: Outros temas
3 Respostas 
113 Exibições
por Sabrina00
A questão do etarismo do Brasil
por Beatedros    - In: Outros temas
4 Respostas 
3838 Exibições
por Samara102006
A questão do etarismo no Brasil
por ShiroBakah    - In: Outros temas
2 Respostas 
163 Exibições
por ShiroBakah
1 Respostas 
192 Exibições
por isaaclim

O romance filosófico "Utopia&q[…]

A sociedade brasileira, ao longo dos último[…]

Caiunao Felipe082 Poderiam da uma olhada por […]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM