Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos de "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
#54835
Na série “13 reasons why” da Netflix, a protagonista Hanna Backer comete suicídio. Tal ação foi consequência de problemas psicológicos provindos da prática do bullying por parte de seus colegas. Fora da ficção, a situação da contemporaneidade brasileira dentro das escolas não é diferente, visto que o grande número de alunos que sofrem bullying dentro do âmbito escolar ainda permanece. Sob esse viés, pode -se concluir que tanto as compassivas punições aos praticantes de bullying quanto a falta de debates sobre o assunto por parte do corpo estudantil , agravam a problemática em questão.

De primeiro momento, é importante ressaltar a permanência do elevado número de alunos que sofrem bullying no ambiente escolar. Nesse sentido, segundo o Programa Internacional de Avaliação dos Estudantes (Pisa), um a cada dez estudante brasileiro é vítima de bullying. Essa situação é extremamente preocupante, pois é a partir dos ataques verbais ou físicos sofridos, que o estudante pode diminuir seu rendimento escolar, desenvolver um transtorno mental- como a depressão- acarretar problemas de socialização, além de estar mais vulnerável a pensamentos suicidas. O problema se dá justamente devido às baixas punições aplicadas aos praticantes, uma vez que se houvessem castigos mais rígidos, como a suspensão, ou até mesmo multas aplicadas ao responsável do aluno praticante, o exercício do bullying seria repensado, posto que os próprios pais conversariam com seus filhos acerca da problemática para se pouparem de burocracias.

Em outro viés, a falta de conversa sobre o assunto entre professores e alunos, também agravam a situação. Segundo Paulo Freire, o diálogo cria base para a colaboração, logo, demonstra a extrema importância de iniciar conversas acerca das problemáticas do bullying, como também essa atitude cria um espaço de confiança para que vítimas se sintam á vontade para falar a respeito.

Portanto, as Escolas devem realizar encontros com os alunos fora do horários de aula, por meio de palestras, para conscientizar os alunos acerca das consequências negativas do bullying. Ademais, também compete ao ministério da educação, órgão reprovável pelas políticas educativas nacionais, criar leis que endureçam as punições em caso de bullying dentro dos colégios, por meio de parcerias com o poder legislativo, a fim de amenizar as ocorrências.
Assim, a semelhança entre a realidade brasileira com a ficção da série “13 reasons why”, finalmente poderá se dissipar.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Em relação a grande porcentagem da c[…]

O termo evasão escolar é o ato de ab[…]

Hoje em dia os brasileiros estão cada vez m[…]

Achei ótima a sua redação, mu[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM