Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos de "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
#49895
Ulisses Guimarães - ex deputado e participante da assembleia constituinte - ao promulgar a constituição de 1988,que está em vigor até os dias atuais,fez um discurso com a promessa de tornar a carta magna a voz da sociedade rumo à mudança. No entanto, no que se diz respeito ao analfabetismo vê-se que os cidadãos de classe baixa ainda enfrentam barreiras no Brasil. Nesse âmbito, é lícito destacar como principal causa o trabalho infantil que gera consequentemente a evasão escolar.
Primeiramente, é visível que o trabalho infantil está ligado à pobreza e desigualdade social. Segundo dados do IBGE, cerca de 4,6% de crianças e adolescentes começam a trabalhar mais cedo que o previsto, muitas vezes por não ter alimento em casa e precisarem buscar algum tipo de renda para ajudar os familiares ,dando prioridade ao trabalho e abandonando os estudos precocemente.
Sendo assim, a evasão escolar acaba sendo uma das consequências deste problema, o abandono escolar por necessidades, causando o aumento do índice de analfabetos no país. Vale ressaltar que, essas pessoas que deixam de estudar quando jovens raramente voltam quando mais velhas, geralmente por falta de incentivo da sociedade, preconceito ou simplesmente não verem mais necessidade em se alfabetizar.
Em vista dos fatos mencionados, fica claro que medidas são necessárias para atenuar essa problemática. Portanto, para mudar essa realidade o ministério da educação ,por intermédio do governo, e o poder legislativo devem agir a partir da criação leis que realmente funcionem para combater o trabalho infantil - que vem sendo uma das raízes do problema - criar campanhas por meio de mídia sociais e escolas para conscientizar a comunidade da importância da alfabetização com a finalidade de que mais pessoas tenham acesso à educação. Assim, estaremos caminhando cada vez mais para uma sociedade mais avançada e sabemos que isso só será possível como a educação, como já dizia o filósofo brasileiro Paulo Freire "Se a educação sozinha não transforma a sociedade, sem ela tampouco a sociedade muda" .
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Os Impactos das Doenças Mentais no Brasil […]

Modernidade líquida

Segundo o sociólogo Zygmunt Bauman, a socie[…]

O discurso de ódio não é um […]

A contemporaneidade, marcada por avanços na[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM