• Avatar do usuário
#81635
Atualmente, com a pandemia notou-se uma maior taxa de desemprego, afetando principalmente as mães solo. Isso é, com o número de ocupantes reduzidos de uma empresa devido a situação que o país se encontra, as maiores vítimas foram funcionárias mulheres, dentre essas, muitas mães. A principal causa interligada a essas demissões é o machismo histórico enraizado na sociedade, que, contribui com a irresponsabilidade paterna e com a alta taxa de desemprego das mulheres.
A irresponsabilidade paterna é fruto de uma concepção ultrapassada criada pelos ideais machistas, que consiste na crença que mulheres devem cuidar dos filhos enquanto homens trabalham. A partir daí, as responsabilidades paternas diminuíram, e atualmente, até o pagar da pensão é questionado por muitos. A baixa renda paterna faz muitos se questionarem se a pensão servirá para alguma coisa e optam por não pagar, mas esses mesmos esquecem que a renda materna também é baixa e que o custo de uma criança é muito alto.
Além disso, tem as mães em situações críticas, como as desempregadas, que normalmente são demitidas/não contratadas por "medo" da empresa de que as mesmas não seja capaz de cumprir suas tarefas no trabalho por causa de seus filhos. Antes de mais nada, a alta taxa de desemprego/não contrato entre mulheres também está interligado ao machismo. O pensamento de que mulhere rende menos no trabalho que o homem também provém do machismo. Portanto, funcionárias mulheres mães terem uma maior taxa de desemprego é devido ao fato de serem mulheres e serem mães.
Em suma, a maternidade tem sido um fardo e está sobrecarregando muitas mulheres por todo o país, ainda mais com todas as dificuldades diárias somadas as dificuldades apresentadas. Com a finalidade de ajudá-las, as leis que exigem o pagamento da pensão e todas voltadas ao cumprimento da responsabilidade paterna deveriam ser praticadas com mais constância. Outra opção seria as empresas mudarem alguns de seus valores morais, possibilitando a permanência dessas durante o prazo do contrato. Algo que também poderia ser analisado é um auxílio maternidade que, diferente dos auxílios disponibilizados, teria um compromisso com as mães solo de baixa renda, já que essa é a questão mais impactante observada. A desconstrução do machismo histórico enraizado também é essencial, por outro lado, é uma luta a longo prazo. Com essas condições é possível melhorar a vida de muitas mães e até mesmo a questão da pobreza no Brasil.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Mylike , Jotaveh , marimoon , larissa0205 , […]

A invisibilidade dos "cidadãos"

A invisibilidade decorrente da falta de registro c[…]

Para começar sua redação, &ea[…]

Certo, muito obrigada!! Por nada!

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM