Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos como: "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
#41460
Como ensina a história do Brasil no período de ditadura militar, a prática de tortura por agentes do estado, que era pujante a época, é uma ação desumana e das mais repugnantes que o ser humano pode cometer contra seu semelhante. Em contrapartida, ao ensinamento este crime persiste no Brasil, dado a constante omissão de casos pelo Estado e impunimento dos torturadores.

Primeiramente, cabe parafrasear o filósofo Immanuel Kant, que afirma que o princípio da ética é agir de forma que tal ação possa ser uma prática universal. De maneira análoga, a prática da tortura é a forma mais vil de punição, obtenção de informação e constrangimento moral, indo de encontro com o pensamento kantiano, dado que se todos os cidadãos utilizassem da ação para estes e quaisquer outros fins, a sociedade entraria em profundo colapso. Com base nisso, o crime da prática da tortura por agentes do estado que persiste no país em extremo sigilo deve ser enfrentado de forma que a ética kantiana possa ser alcançada.

Portanto, o sigilo deve ser quebrado. “A vocação brasileira para tortura se solidificou porque os torturadores não são punidos”, afirma Margarida Pressburger, integrante do subcomitê da ONU. Por conseguinte, a impunidade dos torturadores, este crime tornou-se algo cultural, generalizado e sistemático no Brasil. Dado que, muitos casos são omitidos pelos estados, tornando os números no índice desse crime no país não confiáveis. Faz-se imprescindível, portanto, a dissolução dessa conjuntura. Utilizando de investigações para exposição dos reais casos e detalhes destes, quebrando assim a injustiça acometida as vítimas silenciadas e enfraquecendo prática deste crime.

Logo, torna-se fulcral solucionar o impasse. Cabe ao Congresso Nacional derrubar a sistematização do crime de tortura por agentes do estado por meio de projetos de lei que investiguem o corrompimento no âmbito judicial de cada setor. Neste deve conter a punição imediata não só dos torturadores como também de todos os envolvidos no crime e omissão deste. Visando através desta medida exterminar o crime cometido por aqueles que deveriam promover a segurança dos cidadãos brasileiros, e não os fazer revivenciar erros históricos que promoveram sequelas que jamais serão esquecidas.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 180

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra excelente domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro. Desvios gramaticais ou de convenções da escrita, neste nível, são aceitos somente como excepcionalidade e quando não caracterizam reincidência.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente, a partir de um repertório sociocultural produtivo e apresenta excelente domínio do texto dissertativo-argumentativo, ou seja, em seu texto, o tema é desenvolvido de modo consistente e autoral, por meio do acesso a outras áreas do conhecimento, com progressão fluente e articulada ao projeto do texto.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 180

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema proposto, de forma consistente e organizada, configurando autoria, ou seja, os argumentos selecionados estão organizados e relacionados de forma consistente com o ponto de vista defendido e com o tema proposto, configurando-se independência de pensamento e autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 180

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante articula bem as ideias, os argumentos, as partes do texto e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos, sem inadequações.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante elabora excelente proposta de intervenção, detalhada, relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto. Trata-se de redação cuja proposta de intervenção seja muito bem elaborada, relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, abrangente e bem detalhada.

Democratização do desenvolvimento N[…]

O início do século XX foi marcado pe[…]

A Conquista dos direitos indígenas previsto[…]

Olá, poderia corrigir minha redaç&a[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM