• Avatar do usuário
#76909
Em sua obra “Capitães de Areia”, o autor brasileiro Jorge Amado apresenta, um romance moderno de denúncia social com o tema centrado na miséria dos meninos de rua, abandonados e marginalizados que sobrevivem basicamente de furtos. Nessa perspectiva, analisa-se o cenário do país, com alto índice de violência, em que, a maioria das vítimas são crianças e Jovens, devido à falta de oportunidade ou a ausência de um familiar responsável muitos miram no mundo do crime para sobreviver. Dessa forma, vale destacar em nossos dias o predomínio da desigualdade social e as falhas nas políticas públicas securitárias.
Não há dúvidas que, as diferenças sociais existentes são o mal o qual afeta o mundo, principalmente os países subdesenvolvidos. Nesse sentido, o escritor Darcy Ribeiro, expoente sociólogo brasileiro, afirma que o Brasil, último país a acabar com a escravidão tem uma perversidade intrínseca na sua herança, que torna a nossa classe dominante enferma de desigualdade, de descaso. Nesse viés, observa-se, a maneira de colonização a qual foi utilizada no Brasil como a maior influência para o aumento desse diferencial que, acompanha o país até os dias atuais. Tendo por consequência, a favelização, marginalização, violência, desemprego e pobreza extrema.
Outrossim, atrelado à impunidade, nota-se, ainda, a falta de providências do poder público acerca da segurança no país. Assim, confirme o art. 144 da constituição federal de 1988, afirma que a segurança pública é dever do estado, porém, poucas ações são executadas. Logo, muitos problemas continuam coexistindo, como a precariedade do sistema penitenciário, degradação do espaço público, aumento da criminalidade, falta de programas securitários públicos, projetos e sistemas que promovem a proteção no dia a dia na sociedade.
Fica clara, portanto, a necessidade de medidas capazes de minguar as desigualdades no Brasil. Então é imprescindível que o ministério da educação com as escolas públicas combatam essas diferenças, investindo no ensino infantil e superior, valorizando a alfabetização e uma boa formação profissional. Assim, oferecendo oportunidade de uma vida digna, promovendo ofertas de empregos, diminuindo a discriminação e rebater a corrupção. Com o intuito de reduzir a desigualdade, como também a marginalização garantindo uma proteção de qualidade aos cidadãos no cotidiano social.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

A logística e infraestrutura da Funda&ccedi[…]

oii gente! Quem puder corrigir minha redaç&[…]

Deivid16 3m1ly Willa Quem puder corrigir ess[…]

Eraldonunes , Davila pode corrigir pfv EuDavi[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM