Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos de "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
#13376
No Brasil, a escravidão foi uma prática marcante nos períodos de Colônia e de Império e só teve seu fim legal com a Lei Áurea, em 1888, que aboliu essa forma de exploração servil. No entanto, mesmo com a lei em vigor há mais de um século, ainda são inúmeros os casos de atividades análogas à escravidão n a sociedade brasileira, o que representa um amplo desrespeito a princípios básicos da dignidade humana. Com efeito, é imprescindível analisar a incúria governamental e a escassez de denúncias como fatores que possibilitam a persistência desse problema.
A princípio, o Governo é negligente no que tange ao combate efetivo da escravidão contemporânea. A esse respeito, o escritor Johan Goethe afirmava que a maior necessidade do Estado é a de solucionar todas as hostilidades de sua sociedade, o que, lamentavelmente, não acontece no Brasil. Nessa conjuntura, a fiscalização da execução legislativa em ambientes insalubres de trabalho nos quais há exploração servil é insuficiente ou, muitas vezes, não tem respaldo de segurança necessário aos servidores que exercem esse ofício. Desse modo, é inadmissível que essas circunstâncias favoreçam a manutenção da problemática.
Outrossim, o número de denúncias às instituições competentes, como ao Ministério Público, de casos confirmados ou potenciais ao trabalho análogo à escravidão é escasso. Isso acontece, sobretudo, pelo fato de muitos indivíduos assumirem uma postura individualista, a qual o sociólogo Zygmunt Bauman descreveu como sendo a principal característica da sociedade pós-moderna em sua obra “Modernidade Líquida”. Nesse sentido, a postura adotada por muitos cidadãos dificulta que eles realizem denúncias por acreditarem, enganosamente, que essas possam os prejudicar, o que corrobora em uma quantidade baixa de delações. Assim, entende-se essa questão como uma problemática de ordem socioeducacional que deve ser solucionada.
Portanto, medidas são necessárias para combater efetivamente tal desrespeito à dignidade humana. Para que isso ocorra, o Poder Executivo – instituição governamental responsável por executar a legislação brasileira – deve aumentar a fiscalização nos postos de trabalho, por meio do direcionamento de recursos para qualificar e contratar mais servidores para realizar essa ação, além de ampliar o suporte de segurança a eles, com a finalidade de localizar e punir empregadores que ainda submetam o trabalhador à condições de escravidão. Ademais, é primordial que a mídia intensifique campanhas educativas acerca dessa mazela, a fim de estimular a sociedade a denunciar o trabalho escarvo, combatendo, assim, tal mácula que perdura há séculos no país.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 180

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra excelente domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro. Desvios gramaticais ou de convenções da escrita, neste nível, são aceitos somente como excepcionalidade e quando não caracterizam reincidência.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 191

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente, a partir de um repertório sociocultural produtivo e apresenta excelente domínio do texto dissertativo-argumentativo, ou seja, em seu texto, o tema é desenvolvido de modo consistente e autoral, por meio do acesso a outras áreas do conhecimento, com progressão fluente e articulada ao projeto do texto.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 178

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema proposto, de forma consistente e organizada, configurando autoria, ou seja, os argumentos selecionados estão organizados e relacionados de forma consistente com o ponto de vista defendido e com o tema proposto, configurando-se independência de pensamento e autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 191

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante articula bem as ideias, os argumentos, as partes do texto e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos, sem inadequações.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 191

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante elabora excelente proposta de intervenção, detalhada, relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto. Trata-se de redação cuja proposta de intervenção seja muito bem elaborada, relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, abrangente e bem detalhada.

Claramazonas , XxDamastco pode corrigir pfv ?[…]

muito obrigado, vou fazer outras redaç&otil[…]

Vejam pf :?

XxDamastco por favor preciso da sua corre&ccedi[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM