Avatar do usuário
Por Lerdaco2
Quantidade de postagens
#124783
Na antiguidade a prática de homicídio infantil de deficientes era comum, eram afogados por seus próprios pais, por não serem “dignos” de terem nascido. Análogo a isso, o Brasil atual enfrenta um grande índice de mortes de pessoas incapacitadas, tendo em vista que sobrevivem até a adolescência. Conseguinte, a carência dessa comunidade no mercado de trabalho, gera a desabituação da sociedade com essas pessoas. Consequentemente, trazendo problemas psicológicos a indivíduos com necessidades especiais, quando tentam se adaptar ao meio social.
Nessa perspectiva, em 2019 a Folha de São Paulo divulgou que 11% dos deficientes físicos estavam desempregados por descaso governamental e capacitismo. Como efeito, falecimento por falta de alimento se tornam natural, por falta de bens
Ademais, o processo de aceitação corporal de uma pessoa deficiente é bastante complicado, passando por várias turbulências, bullying, discriminação e preconceito. Nesse sentido, é notório a intolerância para com essa comunidade desde a infância, fazendo com que se reprimam e não consigam expressar o que sentem ou o que pensam sobre si.
Destarte, o governo por meio do Ministério do Trabalho - melhora as relações do trabalho - em conjunto ao Ministério dos Direitos Humanos - defende pessoas com deficiência - , deve conscientizar e fornecer projetos para empresas agindo na acessibilidade de incapazes no âmbito trabalhista. Dessa forma, a Federação através do Ministério da Saúde - fortalece o dialogo da sociedade - , deve disponibilizar tratamentos psicológicos a comunidade afetada, abrindo caminho a mais pessoas se sentirem confortáveis com si próprio. Afim de, mitigar preconceitos e esteriótipos criados para desqualificar pessoas com deficiência.
NOTA GERAL (USUÁRIOS)
Sem
nota
Pontuar redação
NOTA AUTOMÁTICA (IA)
Sem
nota
Passe ilimitado
Comentários
Texto não corrigido
COMPETÊNCIA 1: Demonstrar domínio da norma da língua escrita.
Texto não corrigido
COMPETÊNCIA 2: Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.
Texto não corrigido
COMPETÊNCIA 3: Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.
Texto não corrigido
COMPETÊNCIA 4: Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.
Texto não corrigido
COMPETÊNCIA 5: Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.
Texto não corrigido
Avatar do usuário
Por Lerdaco2
Quantidade de postagens
#124802
@Luscano , obrigado por ter me ajudado na outra redação, estou tentando ir aprimorando elas.
0
Avatar do usuário
Por Luscano
Quantidade de postagens
#124847
Opa, fico feliz que pude ajudá-lo! Fique à vontade para me marcar quando for necessário.

Vamos por partes:

C1 - recomendo o estudo sobre o uso da vírgula, no mais, a sua escrita está boa

C2 - Apesar de haver repertórios pertinente e legitimado, não vi uso produtivo. Tente relacionar mais com a temática e com o seu argumento.

C3 - Percebi que a sua maior dificuldade é a argumentação, veja que os parágrafos de desenvolvimento, que deveriam ser os maiores, são os mais diminutos. Além disso, acho que houve um leve tangenciamento do tema, haja visto que palavras chaves como "capacitismo" e "persistência" quase não apareceram no seu texto. Também, pessoalmente, achei a introdução e o primeiro argumento sangrento demais, acredito que o capacitismo atual está mais relacionado a questões de preconceito, e não de morte ou de sobrevivência.

C4 - Para deixar uma leitura mais fluída, tente encaixar os seus dois argumentos no mesmo período.

C5 - Aqui houve uma melhora bem significativa. Você fez duas propostas, mas lembre-se que apenas a considerada mais completa será avaliada e que, no seu caso, foi a segunda por conter os cinco elementos. Contudo, ela não resolve todos os problemas que você apresentou, fazendo você baixar na C3.

Algumas dicas para argumentar melhor: no D1, você trouxe que diversos PCDs estavam desempregados. Explique o porquê disso. É por causa do capacitismo? Explique o que é o capacitismo. E no que isso afeta? Quais são as consequências disso? Faça essas perguntas e você vai melhorar na argumentação.

Sobre a proposta de intervenção: achei que o detalhamento ficou um pouco desconexo, tenta contextualizar ao invés de ser direto. Exemplo: "... Ministério dos Direitos Humanos - órgão competente que defende minorias -".

No mais, achei que você melhorou, continue assim!

C1: 160
C2: 160
C3: 120
C4: 200
C5: 200

Total: 840.
1
Avatar do usuário
Por Lerdaco2
Quantidade de postagens
#124878
@Luscano, muito obrigado pelas dicas, irei estudar mais e farei outra redação.
0

A Constituição Federal de 1988 assegura a todos os[…]

O artigo 4 da Declaração Universal dos Direitos Hu[…]

alguém poderia por favor corrigi-la? @Lauany25 @M[…]

O programa televisivo "Catalendas" con[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!