Página 1 de 1

A persistência da Violência contra mulher no Brasil.

Enviado: 29 Jul 2021 16:42
por Luanx99965
Segundo dados da OMS, o Brasil se encontra em quinto lugar na posição de homicídio, numa lista de 83 países com 4,8 assassinatos por 100 mil mulheres. A persistência da violência contra a mulher no Brasil é um ato praticado expressamente pelo fato de serem mulheres, e é um fenômeno tão antigo quanto a própria humanidade.
A novela Fina Estampa, retrata o assédio vivido por Celeste, interpretada por Dira Paes, onde seu marido Baltazar - vivido por Alexandre Nero - era discreto perante amigos do casal e também no ambiente de trabalho, mas em casa descontava na esposa toda sua raiva e frustração do dia a dia.
Em vista disso, a maioria das mulheres têm receio de fazer uma denúncia muitas vezes por dependência emocional, pressão psicológica e entre outros inúmeros motivos de constrangimento, o que pode ocasionar uma série de pequenos problemas como: abandono de trabalho ou fracasso na hora de cumprir alguma tarefa.
O problema muitas vezes não é resolvido porque as pessoas não se posicionam e, não falam sobre o mesmo ou talvez por não conhecer a lei, então normalizam. Enfim, tais vítimas desconhecem de seus recursos pessoais e seus direitos sentindo-se inferiores e destituídas de poder sobre suas vidas.
Dessa forma é dever do Estado proteger as mulheres da violência impondo leis mais rígidas e punições mais severas para aqueles que não as cumpre. Formas de evitar um problema desde já, é: instituir em escolas aulas obrigatórias sobre igualdade de gênero, assim evitar prematuramente futuros comportamentos violentos. Assegurar o atendimento adequado e com mais segurança para vítima, aumentar o número de delegacia especializadas principalmente em cidades do interior.