Avatar do usuário
Por anxlks
Quantidade de postagens
#119724
A violência contra a mulher é um tema de extrema relevância e preocupação na sociedade brasileira. Apesar dos avanços legislativos e das crescentes mobilizações sociais, esse grave problema continua presente em diversos aspectos da vida das mulheres no país. Nesta redação, abordaremos as principais causas e consequências dessa persistência, bem como possíveis caminhos para combater e erradicar esse fenômeno alarmante.

Em primeiro lugar, é crucial entender as raízes da violência contra a mulher no Brasil. Historicamente, a sociedade brasileira é marcada por uma cultura patriarcal arraigada, na qual a desigualdade de gênero é perpetuada. Essa mentalidade machista muitas vezes encontra respaldo em valores tradicionais e crenças ultrapassadas, que reforçam a submissão da mulher e a ideia de sua inferioridade em relação ao homem.

Outro fator que contribui para a persistência da violência contra a mulher é a impunidade. Apesar dos avanços legais, como a Lei Maria da Penha, muitos casos não são denunciados ou, quando o são, enfrentam dificuldades no processo de investigação e julgamento. A cultura de silêncio e a falta de confiança nas instituições ainda prevalecem em diversos segmentos da sociedade, o que acaba perpetuando a violência e inibindo a busca por justiça.

As consequências da persistência da violência contra a mulher são devastadoras. Vidas são ceifadas, sonhos são destruídos, e a saúde física e mental das vítimas é profundamente afetada. Além disso, a violência tem um impacto negativo na economia e no desenvolvimento social do país, uma vez que mulheres que vivem em ambientes violentos têm sua produtividade comprometida e suas oportunidades de emprego e educação reduzidas.

A persistência da violência contra a mulher na sociedade brasileira é um problema multifacetado e complexo que demanda uma ação conjunta de diversos setores da sociedade. É preciso investir em educação e conscientização desde as fases iniciais da vida, para combater a cultura machista e promover a igualdade de gênero. Além disso, é fundamental fortalecer as políticas públicas de proteção e acolhimento às vítimas, bem como garantir a efetiva aplicação das leis já existentes.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Similar Topics
Tópicos Estatísticas Última mensagem
0 Respostas 
89 Exibições
por Thaiw
0 Respostas 
70 Exibições
por iisavso
0 Respostas 
56 Exibições
por BruCarina
0 Respostas 
59 Exibições
por Thaise16
0 Respostas 
45 Exibições
por carbonicko
0 Respostas 
45 Exibições
por WELLINTON07k
0 Respostas 
70 Exibições
por Danielle2519
1 Respostas 
186 Exibições
por mariaasouzx
0 Respostas 
41 Exibições
por kamilly1
0 Respostas 
46 Exibições
por Kethy17
Férias

Boa tarde, pessoal. Vou tirar férias da pla[…]

Do campo a cidade

As inovações ocorridas no meio agr&i[…]

Felipe082 , valeuzão pela correç&at[…]

Caiunao , valeuzão!

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM