• Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
#62500
A Constituição Federal de 1988, prevê em seu artigo 6° o direito a segurança de todo brasileiro. No entanto, tal prerrogativa não tem reverberado com ênfase na prática, quando se observa a persistência da violência contra a mulher na sociedade brasileira. Diante disso, faz-se imperiosa análise dos fatos que favorecem essa problemática, sendo necessária interferência de órgãos competentes para solucionar este impasse.
Em uma primeira análise, deve-se ressaltar a ausência de medidas governamentais para combater a persistência da violência contra a mulher. Nesse sentido, tal empecilho vem culminando em uma série de problemas. Essa conjuntura, segundo as ideias do filósofo John Locke, configura-se como uma violação do “contrato social”, já que o estado não cumpre sua função aos cidadãos o direito à segurança, o que infelizmente é evidente no país.
Ademais, é fundamental apontar a inexistência de modelos de segurança como impulsionador da violência contra a mulher no Brasil. Segundo balanço de 2014 da secretaria de politicas para as mulheres, mais de 50% de denúncias relatadas, a violência física se sobre sai dos demais tipos desse impasse. Diante de tal exposto, é notório que tal problemática cause sérios traumas na vida das vítimas desse problemas. Logo é inadmissível que esse cenário continue a perdurar.
Portanto, nota-se que a persistência da violência contra a mulher é um impasse que afeta toda a sociedade brasileira. Para isso, é imprescindível que o governo em sua esfera federal, estadual e municipal, por intermédio das secretarias desenvolva projetos sociais de conscientização da proteção a mulher, a fim de as resguardar no meio social. Assim, se consolidará uma sociedade mais segura e consciente, onde o estado desempenha corretamente seu “contrato social”, tal como afirma John Locke.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

#62650
@Nathanluis99, Infelizmente não vou poder corrigir sua redação, porque na próxima semana estarei fazendo atividades avaliativas da escola. Então, estou fazendo a revisão para conseguir fazê-las, mas assim que esse período passar retornarei com as correções. ;)
#62969
3m1ly escreveu:@Nathanluis99, Infelizmente não vou poder corrigir sua redação, porque na próxima semana estarei fazendo atividades avaliativas da escola. Então, estou fazendo a revisão para conseguir fazê-las, mas assim que esse período passar retornarei com as correções. ;)
Sem problemas, super entendo você!

Aagradeço o retorno e boa sorte nas suas provas ❤
#63251
Tema: A persistência da violência contra a mulher na sociedade brasileira.

Legenda:
erro
possível erro
confuso
pode melhorar
desnecessário
repetição
adequação ao tema
correção
(x) observações
"stonkis"

INTRODUÇÃO:

A Constituição Federal de 1988, prevê em seu artigo 6° o direito a à segurança de para todo brasileiro. No entanto, tal prerrogativa não tem reverberado com ênfase na prática, quando se observa a persistência da violência contra a mulher na sociedade brasileira. Diante disso, faz-se imperiosa a análise dos fatos que favorecem essa problemática, sendo (evite gerúndio) necessária a interferência de órgãos competentes para solucionar este esse impasse.

...
:idea: Comentários gerais: Bem, é uma boa introdução, porém, eu sei que é um modelo pronto, não só estrutural como também com as mesmas palavras. Entendo que tem sim redações de modelo pronto com notas altíssimas. De toda forma, não posso deixar de recomendar que crie seu próprio modelo (inspirado em outros). Além disso, sua tese não está evidente.
#63286
DESENVOLVIMENTO 1:

Em uma primeira análise, deve-se ressaltar a ausência de medidas governamentais para combater a persistência da violência contra a mulher. Nesse sentido, tal empecilho vem culminando (evite gerúndio) em uma série de problemas. (faltou conectivo) Essa conjuntura, segundo as ideias do filósofo John Locke, configura-se como uma violação do “contrato social”, já que o estado não cumpre sua função de garantir aos cidadãos o direito à segurança, o que infelizmente é evidente no país.

COMENTÁRIO: Para ser sincera, só foi tratada da violência contra a mulher no tópico frasal, o restante do parágrafo foi bem generalizado e a explicação foi rasa. Poderia ter argumentado mais, por exemplo, qual é essa série de problemas culminados pelo empecilho?
#63290
DESENVOLVIMENTO 2:

Legenda:
(?) faltou algum elemento coesivo

Ademais (Se me permite uma sugestão, estaria mais conectado se você utilizasse o conector "Em segunda análise". ), é fundamental apontar a inexistência de modelos de segurança como impulsionador da violência contra a mulher no Brasil (quem pode criar esse modelo de segurança? Ou, por quê não existe esse modelo de segurança? Cite isso, deixe claro). Segundo ? um balanço de 2014 da secretaria de politicas para as mulheres, ? dentre mais de 50% de denúncias relatadas, a violência física se sobre sai dos demais tipos desse impasse. Diante de tal exposto, é notório que tal problemática cause causa sérios traumas na vida das vítimas desse problemas. Logo, é inadmissível que esse cenário continue a perdurar.

COMENTÁRIO: Mesmas observações do parágrafo anterior, posso estar enganada, mas me parece que os dois argumentos tem praticamente a mesma base, só que nesse você não cita o governo. Como eu mencionei, a invisibilidade da tese afeta toda a produção textual.

Material para estudar: https://vestibular.brasil[…]

Alguém corrige meu texto?

vc escreve muito bem parabéns!! eu achei d[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM