Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos como "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
#56152
É de conhecimento geral que as mulheres desde tempos sofrem com a persistência da desigualdade de gêneros em quaisquer ambientes ou situações, que vai do emprego até em casa, principalmente no momento de agora. Infelizmente essas agressões são fruto de uma sociedade brasileira com pensamentos anti feministas e que felizmente hoje existem meios na direção do combate desta descriminação, mesmo não sendo totalmente eficazes.
O número de casos de mortes, abusos ou assédios verbais e morais em contra a mulher são cada vez maiores, e fazendo uma referência a atualidade o novo coronavírus não se diferiu já que essas estão 24 horas em casa, ou por se bem falar, com o seu próprio agressor. De acordo com o site “Pebmed”, por consequência de estar acontecendo uma pandemia há um aumento de casos, mas uma redução em denúncias, seja por receio da moça de localizar-se próxima de seu usurpador, ou por manter-se cumprindo devidamente as medidas de isolamento.
Apesar de tudo há a cultura machista, que ajuda e atua no campo da companheira se calar por medo ou por se ter feito acreditar que tudo é, ou esta sendo culpa dela, o abuso psicológico. Aliás, pode-se perceber isto muito frequente no mercado de trabalho, onde mesmo fazendo a mesma função, homens e mulheres não recebem um salário igualitário. Em prol, existe o feminismo que luta pela igualdade social, política e econômica dos gêneros, mas que não são suficientes para eliminar a violência e o preconceito na comunidade.
Tendo em vista o alto índice da violência contra a mulher no Brasil, deve haver intervenção governamental em melhorar o sistema de órgãos no sentido de acabar com essa criminalidade, por exemplo, o tornando mais rápido. Bem como a escola, que através de projetos e aulas encoraja e guia o sexo feminino de se expressar sem medo sobre o que anda sofrendo, e sem ser subjugada. Além disso, uma melhora no sistema cultural e sociável do país quanto a sua objetificação, que ainda hoje elas são vistas como uma “coisa” pelo coletivo.

Desde já agradeço muito pela correção :D
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

A situação atual do trabalho dom&eac[…]

@jherodrigues poderia corrigir???? por favor!!!!

Segundo o geografo brasileiro Milton Santos &ldquo[…]

jherodrigues , muitíssimo obrigada! Foi m[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM