Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos de "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
#54076
Banalidade do mal é uma expressão criada por Hannah Arendt(1906 - 1975) teórica política alemã. O termo significa que quando uma ação maléfica ocorre com muita frequência, ela passa a ser vista como algo comum, ou seja, é banalizada. Sob o mesmo ponto de vista, a realidade no Brasil condiz com o que a autora cita, pois a violência contra a mulher vem acontecendo constantemente, que perante a sociedade esse fato tornou - se algo comum. Desse modo, é correto afirmar que, o machismo do homem e a passividade social contribui com esse cenário.

Em Princípio, é válido destacar que, o machismo pela grande parte dos homens também faz parte dessa problemática. Mormente, foram assassinadas no país 92 mil mulheres e a maioria que já foram mortas queriam por um fim no relacionamento e seus companheiros não concordavam com o fim por acharem que são os "donos" delas e consequêntemente, as matavam. Os cidadãos precisam precisam lutar contra essa cultura machista.

Hordienalmente, a passividade social vem acontecendo frequentemente. De acordo com a Filósofa Simone de Beauvoir: O mais escandaloso dos escândalos, é que nos habituamos a eles. Atualmente o egoísmo das pessoas é enorme diante da violência contra a mulher, centenas de mulheres pedem por ajuda, mas por acharem que não podem se meter em briga de casal, não dão ouvidos e acabam se habituando com essa dificuldade.

Em virtude dos fatos mencionados, urge que medidas sejam tomadas. O poder legislativo deve criar uma lei em que o indivíduo que praticasse a violência contra a mulher pegaria uma prisão perpétua. O Governo do município precisa abrir uma instituição em cada cidade, por meio de verbas do governo do estado, com psicólogos, ginecologistas e quartos para as mulheres ficarem hospedadas, com o intuito de abrigar as mulheres que foram violentadas. E nessa lógica, a expressão de hannah não corresponderia com a realidade do Brasil.

@GlendaMorais @XxDamastco podem corrigir minha redação, por favor?
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra bom domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro, com poucos desvios gramaticais e de convenções da escrita, ou seja, apresenta um texto com boa estrutura sintática, com poucos desvios de pontuação, de grafia e de emprego do registro exigido.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente e apresenta bom domínio do texto dissertativo-argumentativo, com proposição, argumentação e conclusão. Embora ainda possa apresentar alguns problemas no desenvolvimento das ideias, o tema, em seu texto, é bem desenvolvido, com indícios de autoria e certa distância do senso comum demonstrando bom domínio do tipo textual exigido.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 120

Você atingiu aproximadamente 60% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema, mas limitados aos argumentos dos textos motivadores e pouco organizados, ou seja, os argumentos estão pouco articulados, além de relacionados de forma pouco consistente ao ponto de vista defendido.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante articula as partes do texto com poucas inadequações e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante elabora excelente proposta de intervenção, detalhada, relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto. Trata-se de redação cuja proposta de intervenção seja muito bem elaborada, relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, abrangente e bem detalhada.

#54397
Banalidade do mal(“Banalidade do Mau”) é uma expressão criada por Hannah Arendt(1906 - 1975) vírgula teórica política alemã.Faltou o termo coesivo O termo significa que quando uma ação maléfica ocorre com muita frequência, ela passa a ser vista como algo comum, ou seja, é banalizada. Sob o mesmo ponto de vista, a realidade no Brasil condiz com o que a autora cita, pois a violência contra a mulher vem acontecendo constantemente, que perante a sociedade esse fato tornou - se algo comum. Desse modo, é correto afirmar que, o machismo do homem e a passividade social contribui com esse cenário.
Boa, contextualiza, apresenta tese e o tema!

Em Princípio, é válido destacar que, o machismo pela grande parte dos homens também faz parte dessa problemática. Mormente, foram assassinadas no país 92 mil mulheres e a maioria que já foram mortas queriam por um fim no relacionamento e seus companheiros não concordavam com o fim por acharem que são os "donos" delas e consequêntemente, as matavam. faltou o termo coesivo! Os cidadãos precisam precisam lutar contra essa cultura machista.
Não vejo o repertório. Você cita um fato, mas não diz a origem, dados e meios. Sua argumentação ficou expositiva pela exposição de dados e pela falta de diálogo e abordagem.

Hordienalmente, a passividade social vem acontecendo frequentemente. De acordo com a Filósofa Simone de Beauvoir: O mais escandaloso dos escândalos, é que nos habituamos a eles. Atualmente o egoísmo das pessoas é enorme diante da violência contra a mulher, centenas de mulheres pedem por ajuda, mas por acharem que não podem se meter em briga de casal, não dão ouvidos e acabam se habituando com essa dificuldade.
Argumentação novamente expositiva. Reestruture e relacione melhor o repertório com a argumentação. Faltou arrematar a tese no final!

Em virtude dos fatos mencionados, urge que medidas sejam tomadas. Faltou o termo coesivo O poder legislativo Poder Legislativo AGENTE deve criar uma lei AÇÃO vírgula em que o indivíduo que praticasse a violência contra a mulher pegaria uma prisão perpétua.DETALHAMENTO Faltou o termo coesivo O Governo do município (governo do município?)AGENTE precisa abrir uma instituição em cada cidade, AÇÃO por meio de verbas do governo do estado, MEIO com psicólogos, ginecologistas e quartos para as mulheres ficarem hospedadas, DETALHAMENTO com o intuito de abrigar as mulheres que foram violentadas FINALIDADE. E nessa lógica, a expressão de hannah não corresponderia com a realidade do Brasil. EFEITO

Segunda proposta completa!

Foque nos aspectos mencionados e pratique mais na sua escrita.

P.S. Desculpa a demora!!!!!

Jeniffeeee oi, poderia dar uma olhada?

Sim!

Nos tempos atuais temos muita tecnologia e com el[…]

De acordo com o filósofo Oscar Wilde a ins[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM