• Avatar do usuário
#70623
Discute-se sobre a importância do controle do consumo de álcool devida sua relevância em nossa sociedade. Entretanto, não é uma questão atual, como podemos observar em George Bernard Shaw no século XIX "O álcool é um anestésico que permite suportar uma operação chamada vida." Há de se considerar, porém, que os efeitos desse consumo causam diversos problemas na vida das pessoas, cirrose hepática, acidentes de trânsito e violência interpessoal são algumas dessas consequências. Portanto torna-se necessário criar caminhos para combater o abuso de álcool no Brasil.
Primeiramente, vale ressaltar que no século XXI ainda são problemas comuns em nossa sociedade, segundo o Centro de Informações sobre Saúde e Álcool, além de prejuízos no âmbito individual, o consumo excessivo de álcool também gera gastos com a saúde, segurança, órgãos de investigação e julgamento dos casos, como, por exemplo em acidentes de trânsito causados por motoristas alcoolizados. O que é comprovado pela OMS, que afirma que mais de 320 mil pessoas entre 15 e 29 anos morrem anualmente por causas relacionadas ao consumo de álcool.
Em segundo lugar, é evidente que os órgãos responsáveis pelas diretrizes e aplicação de leis regulamentadoras para prevenção ao uso de bebidas alcoólicas, como é dever do Ministério Público, não cumprem com a fiscalização dessas leis pela necessidade de não prejudicar economicamente a indústria de bebidas. Então preferem manter o silêncio e se manifestam com um simples ”beba com moderação”.
Portanto, em virtude do que foi mencionado, observa-se a necessidade de intervenção. Dessa forma, cabe ao Ministério Público a aplicação e fiscalização efetiva de uma lei que proíba a veiculação das propagandas de bebidas e crie campanhas que mostrem os riscos físicos, psicológicos e sociais dessa conduta etilista. Para que assim reduza a banalização do consumo excessivo de álcool e conscientize nossa sociedade dessa mazela tão grande.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Embora muitas pessoas vangloriam só o cinem[…]

Bom dia/tarde/noite, sou novo aqui na plataforma e[…]

OLA GIGI! Tudo bem!? Espero que seu dia esteja […]

O autor Thomas more,humanista inglês, mostra[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM