• Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
#58426
Na série “sex education “ mostra o quanto preconceito pode ser brutal, em um episódio quando o personagem Eric, que é gay, se veste de drag queen para ir em uma festa, e no caminho é espancado por alguns garotos. Do mesmo modo, a realidade não é muito diferente, tendo em vista as inúmeras mortes d grupo LGBT+ no Brasil, mostrando a necessidade em confrontar a homofobia.

Em primeira análise, o Brasil não considera a homossexualidade crime, diferente de outros países como a Nigeria. Porém, não existe nenhuma lei que protege ou dê assistências a essas pessoas, o que faz com que fiquem vulneráveis. Como exemplo, o caso da modelo trans Alice Felis, cujo foi espancada na própria casa. Assim como, diversos LGBT+ são atacados todos os dias sem receber ajuda, ou ao menos o autor do crime ser preso.

Além disso, é importante discorre sobre grande preconceito que os adolescentes homossexuais nas escolas devido à falta de consciência dos outros alunos ou professores, e até mesmo por influência dos pais. Por exemplo, o caso do garotinho de 12 anos do Espirito Santo, que cometeu suicídio após ser vítima de vários bullyings homofobicos. Desse modo, é possível ver que os jovens LGBT+ ficam suscetível a ansiedade, o ataque de pânico e a depressão.

Em suma, é preciso que medidas sejam tomadas para a combate da homofobia no Brasil. Dessa forma, as escolas precisam tratar sobre a sexualidade, através de aulas e rodas de conversas ensinando sobre as diferenças. Ademais, o Poder Legislativo deve tipificar a homofobia como crime, e criar uma lei que possa proteger e da assistência a essas pessoas
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

#58558
A série “sex education“ mostra o quanto preconceito pode ser brutal, em um episódio quando o personagem Eric, que é gay, se veste de "drag queen" [aspas] para ir em uma festa, e < não use vírgula + e ] no caminho é espancado por alguns garotos. Do mesmo modo, a realidade não é muito diferente, tendo em vista as inúmeras mortes d grupo LGBT+ no Brasil, mostrando a necessidade em confrontar a homofobia.

Em primeira análise, o Brasil não considera a homossexualidade como um crime, diferente de outros países como a Nigeria. Porém, não existe nenhuma lei que protege ou dê assistências a essas pessoas, o que faz com que fiquem vulneráveis. Como exemplo, o caso da modelo trans Alice Felis, cujo foi espancada na própria casa. Assim como, diversos LGBT+ são atacados todos os dias sem receber ajuda, ou ao menos o autor do crime ser preso.
* Acredito que radicalizou na argumentação quando fala que não existe nenhuma lei. Poderia desenvolver melhor a argumentação para pontos específicos, porque as leis estão cada vez mais sendo atualizadas para abraçar a causa lgbt, como a lei maria da penha, a lei do racismo, casamento homoafetivo...

Além disso, é importante discorre sobre grande preconceito que os adolescentes homossexuais nas escolas devido à falta de consciência dos outros alunos ou professores, e até mesmo por influência dos pais. [não repetir conectivos] Por exemplo, o caso do garotinho de 12 anos do Espírito Santo, que cometeu suicídio após ser vítima de vários bullyings homofóbicos. Desse modo, é possível ver que os jovens LGBT+ ficam suscetível a ansiedade, o ataque de pânico e a depressão.
* Tem que organizar os dois parágrafos de desenvolvimento em estruturas iguais
* Apresentar o argumento + repertório + argumentação + arrematação
* Procure diversificar bem os conectivos, não repita e nem use conectivos muito parecidos


Em suma, é preciso que medidas sejam tomadas para a combate da homofobia no Brasil. [melhorar conectivo] Dessa forma, as escolas precisam tratar sobre a sexualidade, por meio de aulas e rodas de conversas ensinando sobre as diferenças. Ademais, o Poder Legislativo deve tipificar a homofobia como crime < o STF já fez isso, procure ser mais específico na solução para o corretor não achar que você não está atualizado do tema], e criar uma lei que possa proteger e da assistência a essas pessoas.

Aqui está a minha análise da sua r[…]

Ficou espetacular! :) Muito obrigado!!

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM