Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos como: "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
#41900
São Tomás de Aquino defende que todos merecem ser tratados com a mesma importância. Porém, a questão da marginalização das pessoas em situação de rua no Brasil contraria a visão do filósofo, visto que esse grupo é vítima de discriminação constante. Nesse sentido, é preciso que estratégias sejam aplicadas para alterar esse cenário que possui como causas os vícios ilícitos e a falta de oportunidades nos meios de trabalho.
Em primeiro plano, é preciso salientar que os vícios ilícitos são uma causa latente do problema. Dados do Ministério do desenvolvimento social mostram que a obsessão em álcool e/ou uso de drogas são os maiores problemas que levam as pessoas a morar nas ruas. Diante disso, nota-se uma pobreza de informações da sociedade sobre essa questão, além da mentalidade da população que optam por seguirem o caminho ilegal para conseguirem com mais facilidade seus objetivos.
Em segundo plano, outra causa do problema é a falta de oportunidades nos âmbitos trabalhistas, visto que a idade, escolaridade, desigualdade social, financeira e outras características têm grande participação nesse procedimento. Além disso, o desdobramento do individualismo e falta de empatia da população torna-se um desafio, gerando múltiplos dilemas que ainda persistem intrínsecos na realidade, gerando problemas como a exclusão.
Logo, medidas estratégicas são necessárias para alterar esse cenário. Portanto, é preciso que o Estado desenvolva projetos e programas, por meio das mídias, como a televisão, redes sociais e propagandas nas ruas, com a finalidade de que esse grupo seja alcançado rapidamente. Tal ação poderá ser feita e abrigar essas pessoas em instituições fazendo tratamentos contra os vícios e incluindo esses moradores no mercado de trabalho. Apartir dessas ações a importância de que São Tomás de Aquino cita poderá ser respeitada.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra excelente domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro. Desvios gramaticais ou de convenções da escrita, neste nível, são aceitos somente como excepcionalidade e quando não caracterizam reincidência.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 180

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente, a partir de um repertório sociocultural produtivo e apresenta excelente domínio do texto dissertativo-argumentativo, ou seja, em seu texto, o tema é desenvolvido de modo consistente e autoral, por meio do acesso a outras áreas do conhecimento, com progressão fluente e articulada ao projeto do texto.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema proposto, de forma consistente e organizada, configurando autoria, ou seja, os argumentos selecionados estão organizados e relacionados de forma consistente com o ponto de vista defendido e com o tema proposto, configurando-se independência de pensamento e autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante articula bem as ideias, os argumentos, as partes do texto e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos, sem inadequações.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 180

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante elabora excelente proposta de intervenção, detalhada, relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto. Trata-se de redação cuja proposta de intervenção seja muito bem elaborada, relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, abrangente e bem detalhada.

#42250
São Tomás de Aquino defende que todos merecem ser tratados com a mesma importância. Porém, a questão da marginalização das pessoas em situação de rua no Brasil contraria a visão do filósofo, visto que esse grupo é vítima de discriminação constante. Nesse sentido, é preciso que estratégias sejam aplicadas para alterar esse cenário que possui como causas os vícios ilícitos e a falta de oportunidades nos meios de trabalho.
Em primeiro plano, é preciso salientar que os vícios ilícitos são uma causa latente do problema. Dados do Ministério doDesenvolvimento Social mostram que a obsessão em álcool e/ou uso de drogas são os maiores problemas que levam as pessoas a morar nas ruas. Diante disso, nota-se uma pobreza de informações da sociedade sobre essa questão, além da mentalidade da população que optam por seguirem o caminho ilegal para conseguirem com mais facilidade seus objetivos.
Em segundo plano, outra causa do problema é a falta de oportunidades nos âmbitos trabalhistas, visto que a idade, escolaridade, desigualdade social, financeira e outras características têm grande participação nesse procedimento. Além disso, o desdobramento do individualismo e falta de empatia da população torna-se um desafio, gerando múltiplos dilemas que ainda persistem intrínsecos na realidade, gerando problemas como a exclusão.
Logo, medidas estratégicas são necessárias para alterar esse cenário. Portanto, é preciso que o Estado desenvolva projetos e programas, por meio das mídias, como a televisão, redes sociais e propagandas nas ruas, com a finalidade de que esse grupo seja alcançado rapidamente. Tal ação poderá ser feita e abrigar essas pessoas em instituições fazendo tratamentos contra os vícios e incluindo esses moradores no mercado de trabalho. A partir dessas ações a importância de que São Tomás de Aquino cita poderá ser respeitada.

Erro

Achei sua redação sensacional!
Não sou uma corretora excelente, então confesso que minha correção pode estar errada, sou estudante como você, então qualquer coisa me perdoa.
Acredito que os nomes dos ministérios devem começar com letra maiúscula e a palavra "apartir" está errada, o correto é "a partir", fora isto está okay.
Ótima retomada de São Tomás de Aquino na conclusão, para fechar com chave de ouro, sua proposta de intervenção poderia ser mais forte, mas está muito bom.

Dou a dica de sempre escrever na folha com uma limitação de 30 linhas antes de passar para cá, assim vc pode se familiarizar com a limitação de espaço para a escrita.
Acho que é só isso....
Vou deixar o link da minha redação caso queira corrigir também:
preconceito-linguistico-t23360.html#p42157
Att,
Giovanna Moraes

Segundo o sociólogo polonês Zygument[…]

Os filmes "Tropa de elite e Tropa de elite 2:[…]

O filósofo francês Sartre defende que[…]

Por favor, alguém pode fazer um coment&aacu[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM