• Avatar do usuário
#78187
Na série espanhola, La casa de papel, uma das cenas mais emblemáticas da trama surge quando o Professor, o protagonista, se encontra encurralado em uma situação que pode fazer o plano todo ir por água a baixo, para escapar, ele, literalmente, se caracteriza de um mendigo, veste roupas sujas e velhas, se suja e derrama um liquido com odor forte, pra justificar uma possível falta de banho. E com isso, temos logo em seguida, um policial encontrando a geniosa mente do crime e o liberando por pensar ser apenas um inútil sem teto. Fora ficção, essa desimportância por parte da sociedade no geral para com as pessoas em situação de rua é sem dúvidas um dos cenários mais deploráveis do Brasil na atualidade. Os tratando como uma parte desnecessária de nossa sociedade que não merecem respeito, direitos ou sequer dignidade.

A maior das justificativas pra tanta invisibilidade por parte da sociedade, seria pelo fato dessas pessoas não contribuírem com o sistemas capitalista, visto que nesse geração que vivemos, o que temos é o que somos. Muitas vezes, esse descaso vem pelas próprias vítimas, que por falta de conhecimento e informação acabam muitas vezes seus direitos básicos negados como saúde, educação e segurança. Que são completamente afetadas por conta do preconceito.

Além disso, se tem pouquíssimos levantamentos de dados a respeito dessa parcela da população, o que só prejudica da implementações de medidas e prevenções. Um dos poucos dados que nós temos, é o feito pela Pesquisa Nacional sobre a Populacão de Rua em 2009, conta que 67% dos moradores de rua são negros, o que só esclarece que nossa sociedade racista e desigual. Segundo o pesquisador Marcos Natalino, a situação agravou-se na pandemia. Pois além dos problemas comumente vividos por eles, as dificuldades em cumprir medidas de saúde pública, como o isolamento social e a higienização, aumentam a sua vulnerabilidade.

Dessa maneira, atitudes são extremamente necessárias para resolver esse quadro. A investida em propagandas e videos informativos sobre o problema, que passariam em horário nobre na televisão e reproduzidas nas escolas, com o intuito de mostrar o real causador e derrubar mentiras que são construídas pelo preconceito da população, cridas pelo Ministério Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações. E o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE), teria que, imediatamente, começar a levantar dados sobre esse segmento para ser possível um trabalho mais assertivo nas implementações de políticas públicas. Com isso, o Governo Federal investiria mais em trabalhos realizados pelos Centros de Referência Especializados para Pessoas em Situação de Rua, que com os dados coletados pelo IBGE, saberiam exatamente onde e como agir. Porque a tomada de atitudes contra o crescimento de pessoas em situação de rua é extremamente necessária porque como já disse o rapper, cantor, letrista e compositor brasileiro Emicida: "Não adianta propósito sem processos".
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Jotaveh e Gi69 :!: :!:

A luta em meio á reciclagem

No Brasil, é bem comum ver por aí ca[…]

A constituição Federal de 1988 (CFI8[…]

Outubro Rosa A prevenção ao c&ac[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM