Avatar do usuário
Por KelveSilva
Quantidade de postagens
#130428
Na Alemanha Nazista durante a Segunda Guerra Mundial, houve uma época de perseguição e genocídio que ficou conhecida como "Holocausto" e foi responsável por tirar a vida de cerca de 6 milhões de judeus. Nesse contexto, se torna evidente o quão fatal pode ser o ódio contra adeptos religiosos. Assim, é importante evidenciar que tal problema tem como principais causas tanto o preconceito causado por falsas narrativas sociais, quanto o conflito entre religiões diferentes.
Em primeiro plano, nota-se uma grande influência das crenças da sociedade na estigmatização religiosa. Durante a Era Vargas houve a circulação de um boato denominado de "Plano Cohen", que segundo Getúlio Vargas era uma conspiração de judeus comunistas para tomar o poder do Brasil. Posteriormente, foi comprovado que esse boato era falso, no entanto, a hostilidade contra adeptos do judaísmo aumento. Dessa forma, torna-se evidente que notícias falsas que se tornam populares entre as pessoas podem potencializar a intolerância contra religiões.
Ademais, os conflitos entre religiões diferentes acabam intensificando tal mazela. Nesse viés, há como exemplo o ataque do Hamas contra Israel, que apesar de ser causado principalmente por motivos geopolíticos, acaba causando conflitos envolvendo os adeptos do Islã que apoiam o Hamas, e os fiéis do Judaísmo que apoiam Israel. Por consequência, crimes como preconceito e agressões entre muçulmanos e judeus ficam cada vez mais comuns. Portanto, embates religiosos intensificam o asco e discriminação contra religiões.
Destarte, uma solução à intolerância religiosa é necessária. Para isso, o governo em parceria com as mídias sociais deve criar um projeto chamado de "religião diversa", que através de campanhas massivas busque conscientizar a população sobre os problemas relacionados ao ódio contra religiões e também ensinar sobre a importância do respeito às culturas alheias. Dessa maneira, pode-se evitar que traumas históricos como o Holocausto voltem a ocorrer.
NOTA GERAL (USUÁRIOS)
Sem
nota
Pontuar redação
NOTA AUTOMÁTICA (IA)
Sem
nota
Passe ilimitado
Comentários
Texto não corrigido.
COMPETÊNCIA 1: Demonstrar domínio da norma da língua escrita.
Texto não corrigido.
COMPETÊNCIA 2: Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.
Texto não corrigido.
COMPETÊNCIA 3: Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.
Texto não corrigido.
COMPETÊNCIA 4: Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.
Texto não corrigido.
COMPETÊNCIA 5: Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.
Texto não corrigido.
Avatar do usuário
Por arthur2024
Quantidade de postagens
#130431
SENSACIONAL!!!!!

Gostei muito dessa redação, acredito que as observações que irei foram devido a um pouco de desatenção, mas está excelente!!

obs: faltou o que eu chamo de "prévia" da conclusão, que seria no final da tese/introdução e dos desenvolvimentos dizer o quão é necessário que mudanças devem ser feitas para reverter a situação/erradica o problema, isso vai fazer com que o leitor fique curioso com as suas propostas de intervenção.
obs; a conclusão/proposta de intervenção está muito bem articulada, entretanto, em quesito de estrutura faltou você detalhar o seu agente (órgão que vai fazer a mudança) que, no caso, foi o Governo Federal (lembre-se, também, que quando se trata de órgão, ONG's e/ou Ministérios é essencial que as iniciais sejam em Maiúsculo) somente.
exemplos de detalhamento:
Governo Federal, órgão de maior autoridade sociopolítica,...
Ministério da Saúde, setor responsável pela preservação da saúde pública,...


espero ter ajudado, gostei muito da sua redação!
qualquer coisa pode entrar em contato comigo!
abraço!
1
Avatar do usuário
Por Felipe082
Tempo de Registro Quantidade de postagens Amigos Colecionador
#130439
Oi, @KelveSilva.

Na Alemanha Nazista durante a Segunda Guerra Mundial, houve uma época de perseguição e genocídio que ficou conhecida como "Holocausto" e foi responsável por tirar a vida de cerca de 6 milhões de judeus. Nesse contexto, se torna evidente o quão fatal pode ser o ódio contra adeptos religiosos. Assim, é importante evidenciar que tal problema tem como principais causas tanto o preconceito causado por falsas narrativas sociais, quanto o conflito entre religiões diferentes. (recomendo que você cite a palavra-chave "intolerância religiosa")
Em primeiro plano, nota-se uma grande influência das crenças da sociedade na estigmatização religiosa. Durante a Era Vargas, (falta de vírgula para isolar o adjunto adverbial longo - isto é, com mais de quatro palavras - que foi deslocado) houve a circulação de um boato denominado de "Plano Cohen", que, segundo Getúlio Vargas, (falta de vírgulas para isolar a oração subordinada adverbial conformativa) era uma conspiração de judeus comunistas para tomar o poder do Brasil. Posteriormente, foi comprovado que esse boato era falso, no entanto, a hostilidade contra adeptos do judaísmo aumentou (houve um salto temático muito brusco; explique melhor de que forma esse acontecimento histórico repercute na atualidade). Dessa forma, torna-se evidente que notícias falsas que se tornam populares entre as pessoas podem potencializar a intolerância contra religiões.
Ademais, os conflitos entre religiões diferentes acabam intensificando tal mazela. Nesse viés, há como exemplo o ataque do Hamas contra Israel, que, (falta de vírgula para isolar a oração subordinada adverbial concessiva iniciada por "apesar de") apesar de ser causado principalmente por motivos geopolíticos, acaba causando causa conflitos envolvendo os adeptos do Islã que apoiam o Hamas, e Hamas e (vírgula em excesso) os fiéis do Judaísmo que apoiam Israel (por que as disputas geopolíticas causam conflitos entre os adeptos de religiões diferentes?). Por consequência, crimes como preconceito e agressões entre muçulmanos e judeus ficam cada vez mais comuns. Portanto, embates religiosos intensificam o asco e discriminação contra religiões. (cuidado: esse argumento é tangente ao tema por não possuir qualquer relação explícita com a realidade brasileira)
Destarte, uma solução à intolerância religiosa é necessária. Para isso, o governo em parceria com as mídias sociais deve criar um projeto chamado de "religião diversa", que através de campanhas massivas busque conscientizar a população sobre os problemas relacionados ao ódio contra religiões e também ensinar sobre a importância do respeito às culturas alheias. Dessa maneira, pode-se evitar que traumas históricos como o Holocausto voltem a ocorrer (considerei essa frase um detalhamento por efeito do efeito).

O detalhamento do agente, sugerido pelo Arthur, não é o único aceito pelo ENEM, mas acredito que seja o mais fácil de identificar, então é uma ótima opção para não correr riscos.

Qualquer dúvida, estou à disposição ;)
1
Avatar do usuário
Por Maxy
Tempo de Registro Quantidade de postagens
#130447
Bom, vamos lá

- Introdução

Introdução muito boa e com um repertório cultura válido apesar da nítida forçada que se apoia em uma leitura superficial de fatos históricos que eu como historiador não pude deixar de notar


- desenvolvimento 1 e 2

seu desenvolvimento 1 séria perfeito se você tivesse se disposto a trabalhar ele um pouco mais, a argumentação estar muito boa mais falta aquela boa finalização e opinião mais bem definida já o segundo desenvolvimento peca demais no quesito informações o que faz a sua argumentação fazer sentido apenas para quem possui um bom conhecimento prévio da problemática e faz seu texto parecer sem sentido até para quem tem na verdade, perdeu uma oportunidade de ouro de explicar simplificadamente a questão regional do conflito e em uma redação é necessário que você explique cada detalhe do que você usou como base da argumentação

- intervenção

Apesar de quase perfeita, a falta de alguns termos chaves como os de finalidade e a forma que escreveu deixam alguns entendimentos confusos, então em minha opinião apesar de pincelar uma ideia de intuito essa parte ficou a desejar, já a crítica sobre a falta de detalhamento eu não acho válida tendo em vista que dar nome ao projeto já conta como um detalhamento, porém a dica de detalhar a função do órgão é ótima mesmo, eu sempre faço assim inclusive e fecho 200 sem dificuldades

- Nota 900

Tendo em vista tudo que foi dito

C1 - 160
C2 - 200
C3 - 160
C4 - 200
C5 - 180

Caso precise de uma ajuda mais profunda eu ofereço auxílio com redação e correções bem mais detalhadas, com áudios e dicas valiosas via whatsapp ( 81991302613 ), e corrijo redações por um valor simbólico de 3,00 reais. Espero que eu tenha te ajudado um pouco nesse processo de produção de redações, tenha um bom dia/Tarde/Noite
0
Similar Topics
Tópicos Estatísticas Última mensagem
2 Respostas 
180 Exibições
por Alunaaaamed
5 Respostas 
303 Exibições
por Peverton
0 Respostas 
81 Exibições
por Pipocajub
0 Respostas 
101 Exibições
por THAISSXX
2 Respostas 
140 Exibições
por Peverton
0 Respostas 
27 Exibições
por Raissa1020
0 Respostas 
19 Exibições
por Star007
0 Respostas 
46 Exibições
por EllieW
0 Respostas 
57 Exibições
por mariane125
0 Respostas 
48 Exibições
por Pgs2000

No século XX, surgiu a terceira Revolução Industri[…]

Após a pandemia no Brasil houve queda nos índices[…]

A obra "Abaporu", da pintora Tarsila do […]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM